Connect with us

Editorial

Pandemia trouxe facilidades ao eleitor

Ferramentas da Justiça Eleitoral podem evitar aglomerações

Publicado

em

Em toda eleição é comum ver em escolas e universidades filas extensas, principalmente em horários próximos ao término da votação. Geralmente, as filas são formadas pelos eleitores que se dirigiram para votar, mas também por aqueles que estão longe do seu domicílio eleitoral e precisam justificar o seu voto e, assim, não ficar com pendências com a Justiça Eleitoral.

No entanto, para as Eleições Municipais 2020, que acontecem no dia 15 de novembro, os eleitores que pretendem justificar o voto não terão desculpa para permanecer nessas filas. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alterou o calendário das eleições devido à pandemia e, além de implantar normas de segurança sanitárias para que as eleições não aumentem a disseminação da Covid-19, também criou ferramentas para evitar que essa aglomeração aconteça.

No caso da justificativa, o eleitor poderá fazê-la pelo aplicativo e-Título. A ferramenta já tem sido muito utilizada pelos paranaenses, que poderão, inclusive, levar o celular ao invés do título de eleitor no dia da votação. Outra função importante é a possibilidade de conferir o endereço do local em que vota e o número da seção eleitoral sem precisar pedir ajuda aos Fóruns Eleitorais. Isso tende a evitar também a aglomeração nos locais de votação por aqueles que não tinham conhecimento sobre a mudança da sua seção.

Para que tudo isso funcione, a Justiça Eleitoral conta com a participação de todos os eleitores para baixar o aplicativo e utilizá-lo como alternativa aos deslocamentos. A pandemia ofereceu desafios para as eleições, por isso é preciso estar atento às facilidades para o bom funcionamento de todo o processo.