conecte-se conosco

Editorial

18 de maio: a informação pode mudar a realidade

Mesmo quando há somente uma suspeita, ainda sem provas, os casos devem ser denunciados – pelo Disque 100 ou Ligue 180

Publicado

em

editorial

O dia 18 de maio, Dia Nacional de uma das datas mais importantes para os órgãos que atuam no combate a violência sexual infantil. Em alusão a data, o Estado do Paraná lançou, nessa semana, uma Cartilha de Orientação Preventiva, que integra a “Semana Estadual Todos Contra a Pedofilia”. O objetivo dessa mobilização é chamar a atenção de toda a sociedade para o enfrentamento desse tipo de violência praticada contra crianças e adolescentes. 

Por isso as campanhas se tornam tão importantes. Quanto mais informações são repassadas sobre os direitos desse público e sobre como identificar abusos sexuais (já que podem acontecer de diversas formas), mais a sociedade fica empoderada e sabe como se defender. Até porque, essas são algumas das maiores dificuldades encontradas por quem luta contra esses crimes. Muitas vezes, os casos de abuso ficam restritos às famílias, não se leva o crime ao conhecimento das autoridades relacionadas e, muito menos, se contribui com a mudança desse cenário que é tão triste no País.

Se calar diante de tais crimes é a pior atitude que se pode tomar. Mesmo quando há somente uma suspeita, ainda sem provas, os casos devem ser denunciados – pelo Disque 100 ou Ligue 180. A atitude de denunciar não tem como intuito expor a criança, pelo contrário, a ela deve ser dado todo o suporte e proteção. As denúncias também podem ser realizadas de forma anônima e segura.

Que mais uma vez a data seja uma oportunidade de abrir os olhos da sociedade e colaborar para que a informação chegue onde mais precisa, onde há violência sem a possibilidade de defesa. Lugares onde, às vezes, não há nem o conhecimento sobre os direitos das crianças e dos adolescentes. Que a data seja, novamente, uma oportunidade de mudança.