Connect with us

Valmir Gomes

RAIOS DE SOL

Escrever sobre futebol e esportes em geral em época de pandemia não é tarefa fácil, as notícias são escassas e parecidas, algumas romanceadas pela criatividade de alguns colegas.

Publicado

em

Escrever sobre futebol e esportes em geral em época de pandemia não é tarefa fácil, as notícias são escassas e parecidas, algumas romanceadas pela criatividade de alguns colegas. Vejam o caso das finais do Campeonato Estadual, sempre uma novidade sobre seu reinício e local dos jogos. Imagino como estão os dirigentes dos nossos clubes, sem faturamento, sem treinamento, sem plantel definido, sem retorno garantido, sem nada. Apenas aguardando orientações das autoridades competentes. Que por vezes, pelo noviciado da situação, estão buscando soluções em meio a pandemia. Culpar alguém ou alguma instituição, neste momento de crise mundial, não me parece atitude mais sensata. Estamos todos aprendendo com a Covid 19, alguns mais outros menos, ainda não existe uma solução certa, existem soluções paliativas. Estamos no meio da tempestade, aguardando com confiança na medicina, os raios de sol. Que certamente virão com a graça de Deus.

ROQUE IMORTAL

Almoçando no Danúbio antes de um jogo do Rio Branco, dos amigos do futebol ouvi uma história interessante. Fiquei sabendo que muitos anos atrás o Rio Branco anunciou a contratação de um goleador africano. Para apresentar a torcida  o novo atacante, fez um jogo amistoso na Estradinha. Campo lotado aguardando a entrada do Leão e seu novo astro. Todos esperavam um crioulo alto e forte. Para surpresa entrou em campo um baixote magrelo e branco como a neve. Foi a primeira vez que os parnanguaras viram o Mario Roque. O tempo passou Roque se tornou ídolo da cidade. Não pelos gols e sim por suas atitudes em benefício do povo da sua querida Paranaguá. Mário Roque imortal.

QUARENTENA CONTINUA

Ontem saíram as novas regras contra a Covid 19 em algumas cidades do Paraná o comércio volta a funcionar com restrições, em outras como Paranaguá e litoral do nosso Estado, a quarentena restritiva continua até o dia 21 de Julho. São medidas das autoridades visando nossa segurança com a saúde. Por favor obedeçam e se cuidem.

SAUDADES

Gente, ando com saudades de bater um papo com o Possas, falar do Rio Branco e da vida. Conversar com o Oromar, ouvir suas histórias do futebol. Ver e sentir o bom humor contagiante do Lumumba. Aprender futebol ouvindo com atenção o querido Edson Borracha. Trocar ideias  com Valdir Brás, Amilton Aquim e Flávio Petruy sobre programas de rádio, enfim de conversar com os amigos da querida Paranaguá.

NOVOS E BONS TEMPOS

Em muitas décadas nunca passamos pelo momento atual, longe de tudo e de quase todos. Sem poder trocar ideias num boteco da vida, sem almoçar ou jantar com amigos, sem ver um jogo de futebol, sem criticar o zagueiro ou elogiar o atacante, sem abraçar os filhos e netos, sem nada. Uma provação que ninguém esperava. Ainda com os problemas financeiros, isto somado, cria uma situação negativa sem igual. Por isso precisamos exercitar nossa fé em dias melhores, acreditar que os espíritos de luz estão trabalhando em nosso benefício. Buscar nos exemplos positivos força para superar esta pandemia. Nas minhas leituras diárias, fiquei sabendo que uma vacina está chegando, outras  virão com certeza. Passo importante para recuperar nossa saúde e consequentemente nossas finanças. Sinal de novos e bons tempos. Aguardem com fé.