conecte-se conosco

Valmir Gomes

FORÇA, RIO BRANCO

Segundo as últimas notícias vindas da Federação Paranaense de Futebol, teremos rodada no sábado, às 10 horas.

Publicado

em

HOJE TEM COPA BRASIL

Segundo as últimas notícias vindas da Federação Paranaense de Futebol, teremos rodada no sábado, às 10 horas. Não me perguntem a causa do dia e da hora dos jogos, pois algum motivo deve ter. O Rio Branco, nosso representante neste diferente campeonato, por causa da pandemia, precisa mais do que nunca conquistar os três pontos contra o Coritiba. Baseado no último jogo, quando o Leão da Estradinha fez sua melhor apresentação dos últimos tempos, renascem as esperanças de outra boa performance e, consequentemente, a possibilidade de uma vitória. Jogo difícil, porém como o Coritiba anda muito irregular, existe boa expectativa de conquistar três pontos. Força, Rio Branco.

CALEM A BOCA E JOGUEM

O que vou relatar não aconteceu 100 anos atrás ou mais, quando nossos ancestrais lutavam pela libertação da América do Sul, nem há 50 anos em tempos de guerra fria, foi agora em um jogo da Libertadores da América na Colômbia. Enquanto o América de Cali perdia para o Atlético Mineiro no campo, o pau cantava solto nas imediações do estádio. Fruto dos protestos contra o governo local. A polícia para conter os manifestantes usou as famosas balas de gás, que, por sua grande quantidade, invadiu o estádio. Era gás para todo o lado. Os atletas em pânico pediam a suspensão da partida. O árbitro do alto da sua autoridade mandou jogar, mesmo naquele ambiente insalubre para a prática esportiva. Lembrei do falecido presidente da FIFA João Havelange durante a Copa do México. Enquanto o capitão argentino Valdano reclamava dos jogos na altitude ao meio dia com sol a pino. Havelange do alto da sua autoridade decretava. “Calem a boca e joguem”. Minha gente, assim é o atual futebol, um grande negócio! Os atletas e as comissões técnicas são uma parte desta engrenagem financeira mundial, portanto que sofram as consequências quando necessário. Futebol cruel.

RODADA E SEUS RESULTADOS

Neste meio da semana, tivemos mais uma rodada do nosso campeonato Estadual. O Azuriz empatou com o Paraná Clube sem gols. Resultado previsível. O Operário de Ponta Grossa meteu 9 no Cascavel, aquele dos exames falsos, a maior goleada dos últimos anos no Estadual. Coritiba e Cianorte também empataram, os coxas não vencem há quatro jogos. O CAP perdeu para o reabilitado Londrina em plena Arena. Não brinquem com o Tubarão. O Maringá em nova fase meteu duas buchas no Toledo ao natural. Enquanto o nosso Rio Branco foi a Cascavel enfrentar o ótimo time do Tcheco, muitos pensavam em goleada, se enganaram. O Leão, na melhor jornada dos últimos tempos, esteve mais perto da vitória do que seu adversário. Prenúncio de bom resultado no próximo jogo. Que assim seja.

SÁBADO DE FUTEBOL

Neste sábado próximo da hora do almoço teremos rodada do Campeonato Estadual, sim será sábado antes da feijoada, assim que a banda toca. Londrina X Cascavel, Rio Branco X Coritiba, Paraná X Operário, Toledo X CAP,  Cianorte X Azuriz, Cascavel CR X Maringá. No sábado mesmo vamos saber os oito classificados para a outra fase, também os neutros e os que tomaram o rumo da segunda divisão.

VIVEMOS COMO ALICE

Continuam os problemas causados pelo Cascavel CR por falsificar os exames da Covid-19. Em um país de leis que possibilitam muitas estratégias jurídicas, tudo pode acontecer. Até mesmo o Cascavel CR continuar atuando, mesmo depois do ocorrido. Um dia vamos ter leis mais objetivas, sem ferir a defesa, porém objetivas. Enquanto isto vivemos como Alice, no país das maravilhas. Onde tudo pode acontecer, até falsificar um exame de uma doença que levou milhares à morte. Acorda, Brasil.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta