Connect with us

Editorial

Atitudes de prevenção em favor da vida

Se a orientação é ficar em casa e sair apenas para necessidades urgentes, isso precisa ser seguido.

Publicado

em

Em poucos dias, a população viu a sua rotina se transformar em virtude do distanciamento social provocado pelo Coronavírus. A doença, que já vitimou mais de 200 pessoas no País, chegou ao litoral do Paraná, com o primeiro caso confirmado em Matinhos, na última segunda-feira, 30. No entanto, embora sejam alarmantes as notícias envolvendo a sobrecarga no sistema de saúde, o número de óbitos e os impactos em todo o mundo no âmbito da economia e da educação, é preciso manter a calma para enfrentar o momento atual.

Se a orientação é ficar em casa e sair apenas para necessidades urgentes, isso precisa ser seguido. Os cidadãos precisam entender que esta não se trata de uma determinação autoritária e desnecessária por parte dos governantes. Muito menos que vale somente para crianças e idosos e que adultos podem continuam desenvolvendo suas atividades como se nada estivesse acontecendo. Trata-se de uma questão de saúde pública e de prevenção para que vidas sejam poupadas.

Essas medidas que surgem a cada dia, como o fechamento da praia em Matinhos nesta quinta-feira, 2, não devem ser motivos de preocupação maior do que a já existente em função do bombardeio de notícias que se tem recebido nos últimos meses. Essas medidas adotadas pelas prefeituras, Governo Estadual e Governo Federal, indicam que algo está sendo feito para controlar o avanço da Covid-19, para evitar que mais pessoas fiquem doentes.

Portanto, ao ter conhecimento dessas mudanças, que a população não veja como algo extremo e de pouca importância. O momento pede tranquilidade e sabedoria para assimilar essas informações e fazer o que está ao seu alcance em favor da vida, sua, dos seus familiares, vizinhos e de toda a cidade.