Connect with us

Datas Comemorativas

Médico veterinário: a profissão dedicada aos animais

Marcel Mattar exerce a profissão há 17 anos

Publicado

em

O Dia do Médico Veterinário é comemorado em 9 de setembro. Foi exatamente nesta data, em 1933, que o presidente do Brasil, Getúlio Vargas, assinava o Decreto Lei n.º 23.133, regularizando a profissão e o ensino da medicina veterinária no País.

Os veterinários cuidam tanto de bichinhos de estimação, como gatos e cães, por exemplo, ou os animais selvagens, como leões e onças. Também ajudam a diminuir a propagação de doenças transmitidas por animais para os seres humanos. Em outras palavras, além da saúde dos animais, o médico veterinário auxilia na preservação da saúde da população humana.

Quem é apaixonado por sua profissão é o médico veterinário Marcel Mattar. Natural de Paranaguá, ele realizou o maior sonho de sua vida quando se formou na faculdade para poder exercer a profissão. Hoje são quase 20 anos de atividades voltadas para os animais em sua clínica em Paranaguá. 

Médico Marcel Mattar é apaixonado por sua profissão

Ele conta que desde criança já pensava em ser médico veterinário. “A minha infância toda foi sempre voltada aos animais. É um sonho realizado. Graças a Deus, a minha família e a minha força de vontade, pude  concluir o curso. É uma profissão que eu amo e não me imagino fazendo outra coisa”, conta.

O médico ressalta ainda que atuar com a saúde animal nos dias de hoje mudou bastante. Isso porque as pessoas estão mais conscientes e atuantes na questão que envolve os cuidados dos animais. “Hoje em dia aqui na nossa cidade mesmo podemos perceber que a relação de amor e carinho mudou de alguns anos para cá em relação aos seus animais. Quando você faz um bom trabalho e gosta do que faz, adquire confiança dos seus clientes, os resultados são sempre melhores”, aponta.

Ele conta que o sucesso profissional é consequência do amor e da dedicação

Em seu consultório ele atende as mais variadas situações, desde doenças corriqueiras, como outras mais graves nos animais domésticos. Consultas, emergência, castrações, ultrassom e cirurgias marcam seu dia a dia, fazendo surgir laços de amizades com os seus clientes que são os tutores de seus pacientes. 

Em relação aos desafios da profissão, o médico aponta que são diversos, como, por exemplo, o preconceito, que segundo ele ainda existe, a desvalorização profissional e desunião da categoria. “Mas creio que isso é algo que acontece em todas as profissões, por isso temos que ter o nosso diferencial marcado pela dedicação e amor no dia a dia. Desta forma conseguimos superar os desafios”, ressalta.        

Para quem pretende ingressar na profissão, o médico destaca que é preciso ter muita força de vontade e se dedicar muito nos estudos. “Os estágios durante o curso são muito importantes para conhecer de perto a realidade do trabalho. E depois de formado deverá estar em constante atualização porque é uma área repleta de novidades que surgem a cada momento. Mas o importante de tudo é amar o que faz, e assim todas as consequências serão positivas”, finaliza.