Connect with us

Valmir Gomes

Histórias da Copa de 70

O que mais se falou nos últimos dias, foi sobre o tricampeonato mundial de futebol.

Publicado

em

O que mais se falou nos últimos dias, foi sobre o tricampeonato mundial de futebol. Não ouvi nem li uma linha sequer sobre os acasos da nossa seleção. O técnico seria o João Saldanha, na politicagem surgiu o Zagallo. O goleiro de todos era o Leão, o do técnico foi Félix. Piazza era volante, na seleção foi quarto zagueiro. Marco Antônio era disparado o titular da lateral esquerda, se lesionou, Everaldo entrou e acabou com o jogo, grandes atuações. Rogério do Botafogo seria o titular absoluto da ponta, sentiu velha contusão e Jairzinho foi para o seu lugar. Virou o Furacão da Copa, foi artilheiro em todos os jogos. Diz a lenda que a grande seleção holandesa do Cruyff, o famoso carrossel, surgiu por acaso. A Copa de 1970, atrás da grande conquista, tem lá suas histórias.

LIVE DO ALDECI ALEXANDRE

Inicia nesta semana mais um curso do tradicional projeto Preparando Jovens Para o Futuro, desta feita será o Curso Eletricista Predial, dado pelo atuante servidor público Aldeci Alexandre. Por causa da pandemia, será feito através de uma live pelo próprio professor. Maiores detalhes pelo telefone (41) 98468-7570 direto com Aldeci. Bom curso a todos.

JOÃO, O MANÍACO

Deu na Globo: o então famoso João de deus, minúsculo assim mesmo, que usava o Santo nome em vão. Vai ter uma série de televisão, contando quase todas investidas sobre suas próprias fiéis. Uma vergonha como homem e uma tristeza para seus seguidores. Rico, famoso, criou poder, se julgando acima do bem e do mal. Um semideus na sua aldeia. Lamento por usar a fé das pessoas, lamento por usar a religião em benefício próprio, lamento pelo ocorrido com suas fiéis, inclusive por tentativa de morte. Merece ser julgado e condenado. O pior castigo será depois, quando certamente vai pagar por seus erros, junto ao senhor Deus verdadeiro e justo.

FUTEBOL E COVID-19

Como jogar futebol no Brasil com 50 mil mortes? Muitos dos envolvidos com o esporte mais popular do mundo, certamente já tiveram alguém da sua família com a Covid-19. Neste momento, com este ambiente fúnebre, precisamos primeiro estancar as mortes, depois melhorar a economia e, posteriormente, pensar no futebol. Se cuidem só saiam de casa com máscara e por um bom motivo.

GOL CONTRA

Gente, faz tempo assisti a um filme com Al Pacino, em que o advogado fazia horrores, uma referência ao título do filme Advogado do Diabo. Pois bem, agora estamos diante de um dilema, o advogado do presidente, que dizem ser da melhor qualidade, acabou de fazer o que se chama no futebol de gol contra. Uma lástima como profissional, certamente vai respingar em muita gente. Covid-19, ano eleitoral, protestos, discussões entre os poderes, gol contra e por aí vai. Deus nos guarde.

RECORDAR

Quem gosta de futebol é impossível esquecer certos lances de grandes jogadores. O drible debochado do Luis Antônio, a categoria do lateral Sandro Neves, os golaços do Lumumba, a segurança do capitão Zé Carlos e a torcida participativa Camisa 12 e seu fundador Romarinho.

O AMIGO KLEBER

Dia desses, o Kleber Tavares fez aniversário. Fui na praia almoçar com ele e sua querida família. Passei momentos de alegria em plena pandemia. Kleber conquista as pessoas por sua gentileza e carisma. Incansável sempre, alegre sempre, churrasqueiro sempre, seu uísque é de 12 anos para cima. No trabalho, área de segurança eletrônica é altamente capaz. Amigo certo na hora incerta. Família de ouro. Parabéns, muita saúde, meu querido.

AINDA RACISMO

No Rio de Janeiro e São Paulo, a morte de adolescentes por violência policial é muito alta, principalmente na periferia das duas metrópoles. Como sempre os jovens da raça negra são a maioria dos óbitos. Sabe o que me chama atenção positivamente. Os jovens brancos protestando em defesa dos jovens negros. Assim caminha a humanidade.