Connect with us

Semeando Esperança

Uma aliança para todos

Publicado

em

A solenidade do Santíssimo Sacramento do Corpo e do Sangue de Cristo é uma tradição católica que remonta ao ano de 1264; nela, para proclamar publicamente a fé eucarística e homenagear o Santíssimo Sacramento, costuma-se realizar procissões, muito estimadas pelo católico devoto. As circunstâncias da pandemia, porém, pelo segundo ano consecutivo, exigiram adaptações na maneira de celebrar esta festa, sem criar aglomerações. Confiamos que, agindo desse modo fazemos uma pequena parte para barrar a proliferação deste vírus que está deixando na humanidade marcas profundas de morte, dor, tristeza e insegurança. Celebramos sem procissões, mas mantendo o essencial: a Aliança. Sim, Eucaristia é uma aliança em favor de todos.

Mas a realização de uma aliança supera o âmbito religioso; envolve aquele social de uma família, grupo ou país. Contém uma dimensão profundamente humana, mas pode incluir também aquela da fé. Por exemplo: dois países aceitam firmar um pacto contra a fome e o desarmamento; uma pessoa que ama compra as alianças para o casamento. Dois exemplos de aliança, ambos positivos. 

Uma aliança, segundo a compreensão bíblica, inclui: palavra (conversa, discurso, termos), refeição e perdão mútuo. Tanto o casamento quanto um pacto entre países requerem todos os três elementos. As palavras do casamento, para além da frieza de um contrato, ditas antes da troca das alianças, geram uma relação nova, a de esposos. Esta relação de aliança carece de refeição (comer e beber juntos) e de perdão, que confere à aliança a possibilidade de ser assumida a cada dia. É uma aliança para todos!

As relações na sociedade, se dois países assinarem um acordo para superação da fome e o desarmamento de sua população, também deverão conter os três elementos da aliança: palavra, refeição e perdão. Definidos os termos do pacto (palavra), à sua assinatura normalmente se segue uma refeição ou, pelo menos, uma recepção para que as pessoas possam comer e beber juntas. E o terceiro elemento da aliança, o perdão, precisará ser estabelecido e assumido por uma competente diplomacia dos respectivos países, a fim de restabelecer os termos do contrato que foram desrespeitados. 

A procissão que auguramos para um futuro próximo se tornaria apenas folclore caso deixasse de lado a realidade humana e teológica da Aliança.  Teológica, pois Cristo, na sua vida entregue – no seu sangue derramado por todos – estabeleceu uma aliança definitiva, celebrada na Eucaristia. Humana, enquanto nosso modo de viver as relações familiares ou cidadãs devem estabelecer pactos para que as pessoas de fato tenham o que comer e o que beber. Os pactos que estão sendo assumidos entre nós e em nosso país têm sido realmente uma aliança para todos, visam o bem de todos os brasileiros?

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.