conecte-se conosco

Esperançar

A Educação Popular em Tempos de Pandemia

Publicado

em

A Educação Popular é um movimento pedagógico e político. No Brasil, Paulo Freire foi um dos  principais disseminadores deste método.  

Este método é estratégico e valoriza a cultura e os saberes prévios de um povo, fazendo uma  leitura da realidade social, ela é importante porque reconhece as condições de vida, atua a  partir da realidade, promove e organiza redes de apoio social que, neste momento, são  fundamentais. 

Uma forma singela de se enfatizar Educação Popular é entendê-la como uma prática de um  bem querer, que promover a educação para todos onde se faça sentido ir à escola para  realmente provocar a curiosidade epistemológica, a fim de apresentar a sociedade seres  atuantes e não meros expectadores. 

A perspectiva que temos é de que cada vez mais a Educação Popular ganha um caráter de  resistência. A perda de contato em sala de aula com professores e colegas colabora para a perda  do senso de coletividade, o que acaba dificultando a manutenção das redes de apoio que  muitas vezes são encontradas nesses ambientes. 

A forma educacional EAD, única viável nesses tempos de pandemia, traz um distanciamento  ainda maior a esses grupos minoritários em direitos e frágeis em redes de apoio. Percebe-se  que o contexto pandêmico evidenciou ainda mais a relevância da Educação Popular, e como as  redes de apoio existentes nesses movimentos fortalecem o senso de coletividade, tão  necessários em uma situação de isolamento social.

Continuar lendo
Publicidade