conecte-se conosco

Natal 2020

Em tempos de pandemia, solidariedade esteve em evidência no período de Natal

Voluntários realizaram ações sociais para as famílias carentes. Foto: Reprodução/Internet.

Publicado

em

Em tempos de pandemia, solidariedade esteve em evidência no período de Natal

Para o convívio em sociedade, é imprescindível adotar algumas condutas, dentre elas: a solidariedade. E, ao contrário do que muitos acreditam, essa atitude não diz respeito apenas a ajudar os mais necessitados financeiramente, até mesmo as pessoas mais abastadas podem precisar do voluntariado. A solidariedade é um dos atos mais nobres e humanos no mundo atual e ficou ainda mais evidenciado neste ano por conta da pandemia do novo Coronavírus.

Grupos se organizam para realizar serviços voluntários em comunidades que concentram famílias em vulnerabilidade social. Foi um ano difícil em vários aspectos, todos tiveram que se reinventar para viver e continuar a vida de uma forma diferente. Todo ano, neste período, as organizações não governamentais, grupos de amigos, clubes de serviços e pessoas em geral realizam campanhas de arrecadação de alimentos, brinquedos, roupas e outros itens para beneficiar famílias carentes.

O Rotary Club é uma organização mundial que reúne voluntários para fazer o bem ao próximo. Segundo a presidente Júlia Toro Muñoz, do Rotary Club de Paranaguá Rocio, algumas ações foram realizadas neste Natal. “Entregamos presentes de Natal para as famílias e crianças da Vila Santa Maria que já são cadastradas pelo Rotary. No dia em que a família foi buscar o leite das crianças no Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário (NRDC), ela recebeu o presentinho de Natal”, explicou a presidente. Segundo ela, também houve uma ação no Hospital Regional do Litoral com a doação de kits de higiene pessoal, como escova, creme dental e sabonete. “Ser solidário é ver a necessidade do outro e fazer uma ação social para tentar amenizar a situação”, finalizou.

A Associação Casa Missionária (ACM), de Paranaguá, fica localizada na Vila Santa Maria e atende um público de zero a 15 anos, com atividades cognitivas, atividades educativas, cursos profissionalizantes para os adolescentes, aulas de violão, Jiu-Jítsu, capoeira, leitura, enfim, é um conjunto de atividades que ocupam as crianças no horário em que elas não estão na escola.

Ao todo, são 90 famílias e 160 crianças cadastradas na entidade. Para Mônica Monteiro Campos, presidente da Associação Casa Missionária, o trabalho voluntário é essencial. “A importância do trabalho voluntário para nós da Associação é essencial, porque para um jantar, uma ceia de Natal para aproximadamente 200 crianças o custo seria muito alto e a gente sem recursos não conseguiria fazer, mas recebemos a doação dos itens através de pessoas físicas, voluntários, amigos que se mobilizaram e conseguiram praticamente 90% desse jantar, que vai fazer a diferença para a vida dessas crianças” comentou.

A presidente da entidade explicou que, mesmo com a pandemia e a dificuldade de realizar atividades neste período, a ACM resolveu fazer um evento natalino tomando todas as medidas necessárias de saúde em virtude da Covid-19. “Neste Natal nós resolvemos montar um coral para uma Cantata de Natal com 20 crianças, na idade entre 5 e 14 anos. Uma live divulgou a apresentação dessas crianças, com todo o cuidado necessário de distanciamento social, higiene pessoal, uso de máscara e luvas”, explicou.

Sobre a Ceia de Natal que os organizadores promovem para as crianças, Mônica falou que quem não tem família, a ação natalina será realizada na sede da Associação Casa Missionária, na noite dia 24 de dezembro. “Faremos uma ceia de Natal para algumas crianças se alimentarem na sede da associação e outras poderão levar para casa, em uma embalagem de isopor, algumas crianças vão poder passar a noite de Natal com as famílias, mas outras não terão a família para poder realizar a ceia”, frisou a presidente da associação.

Outro grupo que todo ano desenvolve um trabalho com crianças e famílias carentes em Paranaguá é o Very Good, que atende a comunidade do Parque Agari e região. Ricardo Godoy, um dos responsáveis pelo grupo comentou que mesmo com a pandemia a solidariedade esteve em voga neste Natal.

O 20.º Natal Solidário do Very Good foi realizado no dia 20 de dezembro e entregou cestas natalinas nas casas dos selecionadores de materiais reciclados já cadastrados. Ao todo, são aproximadamente 60 famílias carentes atendidas pelo grupo. “O evento aconteceu através de uma carreata nas casas dos selecionadores e das pessoas carentes cadastradas no nosso projeto, ao qual durante toda pandemia esteve atendendo com doações de cestas básicas, roupas e outros itens”, destacou Godoy, o qual ressalta que o grupo estará mais um ano visitando, junto com o Papai Noel, as crianças internadas no Hospital Regional do Litoral, levando presentes, músicas e alegria. “Vamos estar no dia 25 de dezembro, às 15h, visitando as crianças internadas no Hospital Regional e levando presente e música para todos. Devido à pandemia, serão poucos voluntários envolvidos na ação”, avisa o organizador.

Vários outros grupos se destacam quando o lema é ser solidário e ajudar o próximo. O trabalho deve ser valorizado e reconhecido com o gesto nobre de ações às famílias e comunidades carentes. O Natal de 2020 é, também, de reflexão pelo ano marcado pela pandemia, mas que os projetos sociais continuem fortes em todos os períodos do ano.

Presente no natal

Leia também: Como evitar acidentes comuns com pets no fim de ano