conecte-se conosco

Natal 2020

Natal em tempos de pandemia e reforço do simbolismo religioso

“Jesus Menino deitado na manjedoura nos enche os olhos e o coração. Há uma luz, há esperança. O mundo tem jeito e o ano novo será diferente, será melhor. Vamos acreditar em Deus”, afirma Padre Dirson Gonçalves (Foto: Adan Carlos)

Publicado

em

Natal em tempos de pandemia e reforço do simbolismo religioso

Reitor do Santuário do Rocio, Padre Dirson, explica importância do presépio e árvore de Natal

O Natal de 2020 será inesquecível para todos. O período natalino e de final de ano geralmente é um tempo de reunião familiar, de reencontro de amigos e parentes, de matar a saudade e celebrar a vida, visto o nascimento de Jesus Cristo, entretanto, durante a pandemia da Covid-19, as tão desejadas aglomerações terão que ser adiadas e substituídas por festas mais íntimas de círculos familiares da própria residência. Com estas adaptações, o Natal de 2020 terá um reforço do seu significado religioso, visto que a fé e a esperança em dias melhores para 2021 é algo presente em toda a sociedade, em que os seus símbolos, como, por exemplo, o presépio e a árvore de Natal, ganham ainda mais significado nos lares.

Segundo o padre Dirson Gonçalves, reitor do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio, 2020 foi um ano pesado, difícil e exigente com todos. “Tem pessoas cansadas, deprimidas e que perderam o sentido da vida. É momento de nos ajudarmos, de sermos mais solidários que em anos anteriores. É tempo de cuidar dos sentimentos, das emoções, da alma. Estamos ainda fragilizados e precisamos nos reconstruir para entrarmos em 2021 mais fortes. A palavra ‘religião’ significa religar. Ou seja, precisamos nos religar ao Mistério Divino, a Deus, para nos fortalecermos. Só nele encontramos a força necessária. Precisamos nos reconectar”, explica. O Natal é o momento oportuno para isso”, afirma.

“A mensagem que deixo é que cada pessoa possa fazer essa experiência de intimidade com Deus. Olhar para o presépio é uma forma de reconectar. Faça essa experiência. Cuide-se! Cada pessoa é responsável pela sua recuperação, mas cada pessoa também precisa ser sensível para ajudar os que estão mais próximos, principalmente os familiares e aqueles que estão mais fragilizados. É tempo de solidariedade e fraternidade”, relata o líder religioso.

Árvore de Natal

O padre explica que as árvores de Natal, geralmente, são iluminadas, coloridas, remetendo alegria e tempo de festa pelo nascimento de Jesus. “Depois de um ano todo de caminhada, vivência e lutas, quando chega o final do ano as pessoas querem celebrar, comemorar tudo que foi vivido. A beleza da árvore de Natal quer refletir isso: agradecimento e celebração pelo ano vivido. Em 2020, as nossas árvores têm um sentido ainda mais forte. Foi um ano difícil e, agora, precisamos comemorar a superação, a resiliência, a força, a perseverança de cada um diante de tantos desafios. Por isso, precisamos caprichar em nossas árvores, que simbolizam nossa vitória”, reforça.

Presépio

Padre Dirson explica que o presépio possui relação direta com onde devemos encontrar forças para as superações e conquistas. “O presépio nos mostra que Jesus Cristo é o motivo de nossa vida, de nossa humanidade ainda alimentar a esperança e a fé. Olhar para o Menino Jesus nos emociona e nos enche de esperanças e luzes. O ano seguinte já começa iluminado e cheio de sonhos: Jesus nasceu. Por isso também este ano os presépios em nossas casas devem ser caprichados. Nós necessitamos dessa Luz que nos enche de sentido, esperança e paz”, afirma o reitor.

Se fazer presente, mesmo que a distância

“Natal é tempo de celebração, de encontros, de recomeços. É momento para retomar sonhos, refazes amizades, superar as discórdias e diferenças, construir mais pontes que muros. Natal é tempo de abraços verdadeiros. Neste ano não estamos podendo abraçar muito, mas o sentido do abraço está além do gesto físico. O resultado do abraço é algo que está dentro da alma, do coração, que se reflete em novas maneiras de agir, de pensar e de se relacionar. Portanto, além de dar presentes, o importante é se fazer presente na vida das pessoas, principalmente aquelas que estão mais próximas de cada um de nós”, ressalta.

Mensagem

Padre Dirson relembra a beleza do tempo do nascimento de Jesus Cristo, celebrado em 25 de dezembro. “Jesus Menino deitado na manjedoura nos enche os olhos e o coração. Há uma luz, há esperança. O mundo tem jeito e o ano novo será diferente, será melhor. Vamos acreditar em Deus. Ele nos ama muito e está ao nosso lado. Prova disso é que Ele nos enviou seu Filho para nos salvar. Vamos olhar para Ele, agradecer por todas as graças já recebidas e pedir que Ele continue nos conduzindo neste mundo. Aproveitamos a oportunidade também para agradecer a Nossa Senhora do Rocio a presença carinhosa dela em nossas vidas. E que ela continue nos abençoando e protegendo. Grande abraço a todos. Feliz Natal e abençoado ano novo”, finaliza.

Leia também: Igrejas divulgam programação de Natal em Paranaguá

Continuar lendo
Publicidade