Connect with us

Turismo

Ilha do Mel reabre para o turismo no domingo com restrições

Comerciantes e visitantes devem adotar medidas de segurança (Foto: Arnaldo Alves/AEN)

Publicado

em

As comunidades de Encantadas, Nova Brasília e Fortaleza, na Ilha do Mel, estão autorizadas a receber turistas a partir de domingo, 20. As regras para voltar a receber turistas na Ilha do Mel envolvem um protocolo elaborado pela 1.ª Regional de Saúde, em conjunto com as secretarias municipais para evitar a transmissão do novo Coronavírus.

“Os visitantes devem possuir cadastro de reserva em qualquer estabelecimento. Vale ressaltar que o cadastro deverá ser realizado em qualquer estabelecimento da Ilha do Mel com, no mínimo, 24h de antecedência. Os prestadores de serviço devem se cadastrar no SITUR (Sistema de Inteligência Turística de Paranaguá). Já quem trabalha com embarcações de passeio devem respeitar a capacidade mínima de 60% e, ao final de cada viagem, promover a limpeza e desinfecção. Fica proibida a comercialização de comida e bebidas dentro das embarcações”, informou a Prefeitura de Paranaguá.

(Foto: Arnaldo Alves / AEN)

Os serviços de alimentação, tais como restaurantes, lanchonetes, mercados e bares deverão seguir as medidas de prevenção como a disponibilização de álcool em gel 70% para os clientes e funcionários, assim como limpeza de mesas, cadeiras, cardápios, o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento de dois metros, a partir do balcão e entre os clientes.

Retorno seguro

O presidente da Acoim Rede Empresarial (Associação dos Comerciantes da Ilha do Mel), Carlos Gnata, afirmou que a notícia da reabertura para o turismo foi recebida com entusiasmo. “Nós recebemos a notícia de reabertura da ilha com muita alegria, pois estamos há seis meses sem trabalhar, sem nenhum tipo de arrecadação e renda, estava ficando tudo muito complicado. Muitas pessoas já tinham buscado recursos externos, por isso estávamos muito ansiosos por isso. Acredito que agora a gente consiga enxergar melhor o fim do ano e a próxima temporada que está chegando”, analisou Gnata.

Segundo ele, o movimento deve ser retomado aos poucos.

“Acredito que não vá ter um grande fluxo nos próximos dias, mas aos poucos as pessoas vão sabendo sobre esse retorno e que está seguro, essa expectativa só vai crescer. Espero que todos entendam que estamos fazendo o melhor pela Ilha para poder receber os visitantes”, observou Gnata.

Desde abril, os comerciantes na Ilha do Mel  já pensam em estratégias e medidas sanitárias para poder receber os turistas com segurança. “Nós começamos a preparar os protocolos, discutimos muito isso, criamos algo bem adequado e, diante disso, todos começaram a adquirir os equipamentos necessários no caso de máscaras, luvas, álcool em gel e outros para atender os visitantes”, destacou Gnata.

(Foto: Arnaldo Alves/AEN)

Orientações para os turistas

O turista que deseja visitar Paranaguá ou Ilha do Mel precisa seguir as seguintes orientações:

-É obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos, comerciais e de uso coletivo;

-Para acessar a Ilha do Mel, permita a aferição de temperatura nos terminais de embarque;

-Verifique com o estabelecimento o horário vigente para o toque de recolher;

-Priorize o pagamento on-line ou via cartão;

-Mantenha o distanciamento de dois metros em filas e respeite as demarcações de lugares em estabelecimentos e transportes;

-Não cumprimente com contato físico, incluindo aperto de mãos, tanto de funcionários dos estabelecimentos quanto de outros turistas;

-Nos estabelecimentos de alimentação, o consumidor só poderá retirar a máscara durante o período em que estiver ingerindo o alimento;

-Evite aglomerações nas recepções, utilize os canais on-line, faça o check-in com antecedência;

-Responda o questionário que será aplicado no check-in do meio de hospedagem, bem como permita a aferição de temperatura;

-Traga seu equipamento para atividade de mergulho, está proibida a locação de máscaras e snorkels;

-Não viaje se estiver doente ou se esteve com alguém infectado nos últimos 14 dias;

-Caso apresente qualquer sintoma de Covid-19 durante sua estada, informe o estabelecimento que lhe encaminhará ao hospital ou posto de atendimento médico mais próximo;