conecte-se conosco

Polícia

Identificado homem que morreu afogado em Antonina

O corpo de Roberto Ventz foi identificado pela PCPR através da coleta das impressões digitais e o confronto do material coletado com dados cadastrais do Instituto de Identificação do Paraná

Publicado

em

Foto: Assessoria de Comunicação Social do Corpo de Bombeiros

Foi identificado através de perícia necropapiloscópica, o corpo do homem encontrado na baía de Antonina, na tarde de quinta-feira, 3.

Roberto Ventz, de 60 anos, desapareceu na água, nas proximidades do Trapiche Feira Mar, no final da tarde de quarta-feira, 2, depois de pular da estrutura e nadar até uma embarcação que estava nas proximidades. Ao retornar, ele submergiu e não foi localizado.

Outra versão apresentada por frequentadores da praça indica que o homem chegou no local em uma bicicleta, cor azul, e estava com uma lata de cerveja nas mãos. Ele teria pulado do trapiche uma vez e ao retornar, acabou se machucando. O homem teria ralado braços e pernas na estrutura de concreto.

Após realizar um segundo salto, o homem não retornou à superfície e desapareceu na água.

RESGATE

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros que atuava no trabalho de busca e resgate do homem conseguiu localizar o corpo. Os militares percorriam com um bote inflável de salvamento a região onde o homem teria mergulhado, quando visualizaram o corpo boiando na água.

Resgatado, o corpo foi levado para uma marina e encaminhado para a sede do IML – Instituto Médico Legal, em Paranaguá.

DIGITAIS

De acordo com a Polícia Civil, a identificação foi possível através da coleta das impressões digitais e o confronto do material coletado com dados cadastrais armazenados no Instituto de Identificação do Paraná.

O corpo de Roberto Ventz, de 60 anos, segue no Instituto Médico Legal de Paranaguá.