conecte-se conosco

Polícia

Dupla é flagrada com pistola e porções de maconha em Pontal do Paraná

Uma pistola calibre .380, com dois carregadores, um deles alongado, várias munições, porções de maconha, dinheiro, um relógio de pulso e celulares foram apreendidos pela PM durante a abordagem

Publicado

em

Equipes da RPA – Rádio Patrulha Auto, da Polícia Militar, prenderam no começo da noite de quarta-feira, 2, por volta das 18h30, dois indivíduos suspeitos de envolvimento com o tráfico de entorpecentes, no balneário de Pontal do Sul, em Pontal do Paraná. Com a dupla foram recolhidas várias porções de maconha e uma pistola calibre .380.

FLAGRANTE

Luiz Gustavo Ventura, de 23 anos, e Allan Mariano da Silveira, também com 23 anos, agiram de maneira suspeita ao serem flagrados por policiais militares saindo de uma casa, na Rua Gavião. A equipe realizava patrulhamento de rotina pelo balneário, quando os militares desconfiaram do nervosismo apresentado pelos rapazes.

A dupla tentou despistar os policiais entrando na garagem de outra residência, onde foram cercados e abordados.

PISTOLA

Ao perceber a aproximação da equipe, Luiz Gustavo tirou uma pistola da cintura e jogou pela janela para dentro de um quarto.

Os policiais entraram no imóvel e recolheram a pistola calibre .380, que estava com um carregador alongado e 15 munições. Um carregador sobressalente, com 19 munições, também foi apreendido. Ele estava jogado na cama, ao lado da arma.

Diante da situação e pelo fato dos abordados terem indicativo criminal pelo envolvimento com o tráfico de entorpecentes na região, as equipes entraram na outra residência.

DROGAS

No imóvel, que seria de Allan, os policiais encontraram na cozinha, dentro de um pote plástico, 8 porções de maconha, embaladas e prontas para serem comercializadas.
Em um dos quartos foram recolhidos outros pedaços do entorpecente.

Uma faca, certa quantia em dinheiro trocado, um relógio de pulso e quatro celulares também foram apreendidos na casa.

Presos, Allan e Luiz Gustavo foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, instalada no Balneário de Ipanema, onde as medidas cabíveis foram adotadas.