Connect with us

Eleições 2020

Eleitores fora do domicílio eleitoral poderão justificar voto pelo aplicativo e-Título

Opção estará disponível apenas no dia da eleição (Foto: Divulgação TSE)

Publicado

em

aplicativo e-Título

O Aplicativo e-Título já foi baixado por mais de 130 mil pessoas no Paraná e traz várias facilidades aos eleitores. Uma delas é a possibilidade de justificar o voto pelo celular, sem a necessidade de se dirigir até uma seção eleitoral e enfrentar filas, por exemplo. Principalmente, nestas eleições em que a pandemia exigiu mudanças no processo, priorizando o distanciamento social e a segurança de todos os envolvidos.

A orientação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para aqueles que estarão fora do seu domicílio eleitoral no dia 15 de novembro é já baixar o aplicativo e acessar a opção de justificativa apenas na data da eleição, das 7h às 17h.

O TSE ainda vai disponibilizar outra opção, a de justificativa pelo site até 60 dias após a data da eleição, por meio do “Sistema Justifica”.

“Neste caso, você deve anexar um comprovante de que você estava em viagem ou atestado médico, por exemplo. Faça sua justificativa em casa e evite aglomerações e filas nos locais de votação”, informou o Tribunal.

Outras facilidades

O App e-Título também traz outras facilidades como a consulta e confirmação do endereço de local de votação, já que houve alterações em alguns locais por conta de agregações de seções eleitorais. Como é o caso de Paranaguá, onde foi extinta a zona eleitoral 158. Por isso, todos os eleitores que pertenciam à zona eleitoral 158 migraram, automaticamente, para a 5.ª zona eleitoral e receberam uma nova numeração.

Quem fez o cadastramento biométrico também pode ver a foto registrada no aplicativo. Mas, para isso, é necessário fazer uma atualização. “Quem já tinha o app instalado antes da atualização da ferramenta, realizada na semana passada, precisa encerrar o login e realizá-lo novamente para carregar a foto, que será a mesma tirada na época do cadastramento biométrico do eleitor. Para isso, o usuário deve acessar a aba “Mais opções”, à direita do menu na barra inferior, e selecionar a opção “Apagar dados do e-Título”. Em seguida, deve informar seus dados para fazer o login novamente”, explicou o TSE.

O App ainda pode ser utilizado no dia da eleição para identificação do eleitor, desde que a foto esteja disponível.

“Caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico, a versão do e-Título será baixada sem a foto. Nesse caso, o eleitor está obrigado a levar outro documento oficial com foto no dia da eleição para se identificar ao mesário durante a votação”, esclareceu o TRE-PR.

A ferramenta também disponibiliza informações sobre a situação eleitoral e permite a emissão de certidões de quitação e de crimes eleitorais.