conecte-se conosco

Editorial

De olho nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou a nova versão do e-Título neste mês de maio

Publicado

em

editorial

Muitos eleitores já utilizaram, nas últimas eleições, o aplicativo e-Título para esclarecer dúvidas e consultar situação e pendências quanto ao título eleitoral. Para as eleições deste ano, espera-se o mesmo, que a ferramenta auxilie o público na apresentação da versão digital do documento, além de ser útil para as demais funcionalidades que oferece. 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou a nova versão do e-Título neste mês de maio, de olho nas eleições 2022. A popularidade foi tanta, que os eleitores perceberam os benefícios e hoje já é um dos aplicativos mais baixados no País. São quase 26 milhões de downloads desde o ano de 2018, quando foi lançado para o público.

Ao invés de precisar se direcionar a algum cartório eleitoral, o cidadão agora pode emitir certidões de quitação eleitoral, ter acesso a guias para pagamentos de multas, consultar o local de votação caso o mesmo tenha sido alterado e/ou o eleitor não se lembrar, além de ser possível fazer a inscrição para ser mesário voluntário.

A Justiça Eleitoral recomendou que eleitores baixem o aplicativo antecipadamente, antes do pleito, para evitar eventuais “filas virtuais” nos dias que antecedem a votação. O excesso de procura pela ferramenta pode comprometer a qualidade da conexão em virtude da quantidade de acessos simultâneos.

A pandemia de Covid-19 fez com que muitas pessoas criassem familiaridade com a tecnologia, pois, em vários momentos, essa foi a única alternativa disponível devido a necessidade de isolamento social e cancelamento dos atendimentos presenciais por diversos órgãos. O sucesso do e-Título mostra que os serviços virtuais têm tomado um espaço maior pela facilidade que oferecem aos usuários. Ainda mais quando se trata de uma ferramenta que pode contribuir com o exercício da cidadania e escolha dos representantes da sociedade.