conecte-se conosco

Editorial

Novos locais para ampliar imunização

Até o dia 17 de maio, Paranaguá vacinou mais de 133 mil pessoas contra a Covid-19 com a primeira dose

Publicado

em

editorial

Nessa semana, a Prefeitura de Paranaguá começou a disponibilizar a vacina contra a Covid-19 em dois pontos fixos: na Subprefeitura, localizada no bairro Nilson Neves, e no Terminal Urbano de Ônibus. Ambos os locais são de referência para quem mora em regiões distintas da cidade e, por isso, a ação pode ser um facilitador para aqueles que ainda não procuraram pela dose nas unidades básicas de saúde.

A Estação Ferroviária, que foi palco para a vacinação em massa da população contra a doença, assim que as doses eram disponibilizadas desde o início da mobilização, não possui mais equipes para aplicar as doses. Dessa forma, é importante que a informação seja amplamente divulgada para que todos estejam cientes dos locais onde é possível receber o imunizante na data estipulada. Se há dúvidas sobre a data da segunda ou terceira dose, as equipes de saúde podem esclarecê-las e dar a devida orientação de acordo com cada caso.

Até o dia 17 de maio, Paranaguá vacinou mais de 133 mil pessoas contra a Covid-19 com a primeira dose; mais de 124 mil com a segunda dose e mais de 62 mil com a terceira dose. Além de mais de 4 mil com a quarta dose, disponibilizada somente para imunocomprometidos e pessoas com mais de 60 anos.

Ou seja, grande parte da população no município já fez a sua parte, mas ainda é necessário reforçar a importância da terceira dose para a proteção dos cidadãos. Todas as etapas da imunização estão disponíveis nestes dois pontos fixos em Paranaguá.

É inegável a proteção que as vacinas trouxeram contra infecções graves, hospitalizações e mortes relacionadas a Covid-19. Os esforços realizados para que as doses cheguem onde precisam chegar, a fim de não agravar novamente a situação, são válidos e precisam ser divulgados para alcançar o maior número de pessoas.