conecte-se conosco

Direito & Justiça

Prefeito Marcelo Roque é vítima do golpe da conta falsa no WhatsApp

Por suas redes sociais, ele alertou sobre uso de sua foto para obtenção ilícita de dinheiro via PIX por golpistas

Publicado

em

Foto: Marcelo Roque/Divulgação

Na manhã da terça-feira, 10, o prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, divulgou em suas redes sociais que foi vítima do chamado “Golpe do PIX”, quando criminosos utilizam um número com uso da foto de perfil de pessoa conhecida para pedir transferências de dinheiro por via digital. O crime em questão é classificado como estelionato, crime previsto no Código Penal (CP), que se caracteriza pela obtenção de vantagem ilícita, causando prejuízo a outra ou outras pessoas, com uso de meio ardil ou artimanha, como é o caso de se passar por outra pessoa,  enganando alguém ou induzindo o cidadão ao erro, com pena de reclusão de quatro a oito anos.

Segundo a divulgação do prefeito, o número (67) 9892-1211 utilizou uma foto sua pessoal através do aplicativo WhatsApp, enganando pessoas para obtenção de recursos ilicitamente.  “Esse número não é meu, colocaram uma foto minha estão pedindo PIX. Por favor, denunciem esse número. Vou fazer boletim de ocorrência”, afirmou Marcelo Roque.

De acordo com a Polícia Civil do Paraná (PCPR), o golpe do PIX, assim como outros que utilizam redes sociais com número falso de contatos próximos ou conhecidos podem ser denunciados pelo link: https://www.policiacivil.pr.gov.br/NUCIBER

Roque fará Boletim de Ocorrência (BO) na Polícia Civil (Foto: Marcelo Roque/Divulgação)