Connect with us

Voz do Rocio

Oração e fortaleza

Jesus nos ensina (Lc 18, 1) que é preciso rezar sempre, sem nunca desistir

Publicado

em

Jesus nos ensina (Lc 18, 1) que é preciso rezar sempre, sem nunca desistir. A ORAÇÃO deve fazer parte da vida, assim como a alimentação diária, o deitar-se e o levantar-se. A oração é a forma por excelência, através da qual nós temos o direito de entrar em contato com Deus. Mas é preciso sempre lembrar que a oração é diálogo, ou seja, eu devo falar, mas devo também calar-me para escutar a voz de Deus. São Pio de Pietrelcina nos afirma que “a oração é a nossa melhor arma: é a chave que abre o coração de Deus. Devemos nos dirigir a Jesus menos com os lábios e mais com o coração”. E ele afirma ainda que “a oração bem feita toca o coração de Deus, porque quando rezamos todo o nosso ser se volta para a grandeza de Deus”. Santo Afonso chegava ao extremo de dizer que “quem reza se salva, quem não reza se condena!”.

Muito mais que a quantidade de oração, o que importa é a qualidade destes momentos. O próprio Cristo nos adverte que “Nem todo aquele que me diz: `Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de Pai que está nos céus.” (Mt 7,21). Portanto, toda oração deve me levar à conversão para sempre fazer a vontade de Deus e não a minha: “Seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu!”. Quando olhamos para a história da Mãe de Jesus, visualizamos uma pessoa de grande fé e oração. Como devotos de Maria, somos convidados a nos prostrar diante dela e pedir que ela nos ajude a aumentar a nossa fé, aliada a momentos fortes de oração. Sem vida de oração não vamos muito longe, pois somos rapidamente desanimados pelas provações e desafios da vida.

FORTALEZA é uma das quatro virtudes cardeais. Ela “assegura a firmeza nas dificuldades e a constância na procura do bem”.  É sempre bom lembrar que as virtudes orientam as ações humanas, guiadas pela razão e pela fé, e nos levam ao mistério de Deus. Uma pessoa virtuosa é uma pessoa mais próxima de Deus. Por exemplo, quem tem a virtude da fortaleza, é uma pessoa forte, imbatível, centrada, consciente de seus valores e de suas capacidades. Pela fé, tal pessoa torna-se prudente, justa, temperante, determinada.

Santo Tomás de Aquino diz: “O ato mais específico da fortaleza, mais do que atacar, é aguentar, isto é, manter-se firme diante do perigo”. Já o salmista (Sl 18) diz: “Eu te amo Senhor! Tu és minha força, meu rochedo, minha fortaleza, meu libertador; meu Deus, minha rocha, meu escudo, meu refúgio!” No Salmo 27, temos o seguinte versículo: “O Senhor é minha luz e salvação: de quem eu terei medo? O Senhor é a fortaleza da minha vida. Perante quem eu tremerei?” Encontrar a fortaleza no Senhor faz parte da história da salvação para aqueles que são fortes.

Quando olhamos para a história da Mãe de Jesus, visualizamos uma pessoa forte. Somos convidados a olhar para Maria e pedir que ela nos ensine a ser fortes. Ela passou por perseguições, dificuldades, dores, viu seu filho ser perseguido, crucificado e morto. E em tudo isso ela foi forte. Sem a virtude da fortaleza não vamos muito longe, pois somos rapidamente desanimados pelas provações e desafios da vida.

Que você tenha uma abençoada semana. Através da oração e da fortaleza, construa dias que valham a pena serem vividos. Grande abraço. Deus te abençoe.

Pe. Dirson Gonçalves, CSsR

Reitor do Santuário

[email protected]

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.