Connect with us

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

Paranaguá e a Poesia

Paranaguá, nossa maior fonte de inspiração

Publicado

em

Páginas da Alma,

Ouça o canto da mata e

Escreve em forma de luz, caindo como orvalho …como força de intensa

Sabedoria que vem do …coração e, ainda,

Imploras ao Universo …o eterno

Amor sublime de saber expressar-se … no verdadeiro Silêncio de Deus!

Paranaguá, nossa maior fonte de inspiração, além da rica história e tradição, é uma cidade que inspira Poesia, lugar de tantos Poetas, que traduz o imenso carinho de todos os que se aproximam dela. Paranaguá, tu és o perfume de grandes emoções vividos pelo seu povo que a ama e admira! 

Vamos nos inspirar com a Poesia da Professora Rachel Guimarães Nascimento Viana (In Memoriam).

RETRATO DA MINHA TERRA

1) Paranaguá, das manhãs de abril, Do veranico de maio,Seu ar maroto e juvenilDas glórias do seu passado. 
6) Embalou filhos ilustres,Pintores, poetas e musicistas,Historiadores, poetisas e pianistas,Escritores e romancistas,Os Jesuítas que por aqui passaram,Rastros de luz deixaram,Sementes de religião e amor deixaram.
2) Com seu jeito interiorano,Seu povo simples e acolhedor, Recebe todos que aqui chegamDe braços abertos, com muito calor.
7) Tens o aprazível recanto do Rocio,Onde se descortina a indescritível paisagem,Que a todos enche os olhos de alegria,Como um toque de sonhos e de magia, E que a Santa Virgem do Rocio,Derrama suas bênçãos infindáveis. 
3) Foi por muitos decantada, Dá mostras como és amada,Seus filhos que aqui chegaram,E que por mãe lhe adotaramEm porto seguro ancoraram.
8) Sob a égide da Santa Cruz,És uma terra de luz,A espargir amor e paz,Esperança que não se desfaz.

4) Tens passado e muita história, És uma terra de glória,De lendas e tradições,Sonhos, amores e emoções.
9) Seu céu azul, e quase anil,As estrelas são mais brilhantes,O sol é mais reluzente,Caminho de viajantes,Retrato do meu Brasil. 
5) Não ligue quando criticamSeu modo de vida simples,Com certeza é que ficamEnciumados e tristes,Pois nada a você se iguala,Tens seus filhos para amá-la.
10) A lua romântica debruçada,Nas centenárias calçadas,Reflete sua luz prateada,Acariciando as namoradas.
11) O Itiberê, banha o mar,As lágrimas banham meu rosto,Me entristeço só em pensar,Que um dia Paranaguá,Eu vou ter que te deixar! 

Sonia Machado

Historiadora-Sócia do IHGP