conecte-se conosco

Esperançar

Algumas verdades sobre a mentira

Publicado

em

Vamos falar da mentira? Quer sejam ditas com a intenção de enganar quer com a intenção de poupar de uma verdade prejudicial, a mentira continua sendo um engano!

Muito se fala sobre a mentira. Sobre ela ser errada, sobre ela ser necessária, etc. De qualquer modo, pessoas mentem. Trata-se de um dos poucos comportamentos que estão presentes em todas as culturas e são realizados por todos os grupos sociais. 

Mente-se porque há uma leitura do ambiente, dos atores envolvidos, das consequências percebidas. A mentira é, na verdade, um comportamento social. Ou seja, é aprendido e reproduzido desde os primeiros anos de idade de uma pessoa.

Quando mentir torna-se cotidiano e até mesmo descontrolado, é porque algo está errado com a pessoa, podendo ser sintoma de uma patologia mais grave. Pessoas que sofrem desse distúrbio costumam mentir compulsivamente, mesmo sem proveito próprio.

As pessoas têm maior probabilidade de dizer a verdade diante de contextos em que o que elas dizem não é julgado, não é criticado, nem punido. Assim, se alguém é beneficiado por contar uma mentira, tal comportamento pode ser aprendido. Se mentir mais vezes trouxer “vantagens”, ele será mantido em alta frequência.

Pense, após ter sido punido por dizer a verdade, você a diria novamente?

É claro que nem sempre se pode aceitar a verdade sem que algum tipo de sanção seja administrada. Mas, se todo relato de alguém sobre o que fez ou como agiu diante de uma situação passa a ser criticado, julgado ou o relato passa a ser motivo para uma discussão, é provável que esse relato não ocorra mais ou que passe a ser um relato que apresente algo diferente do que ocorreu.

Outra forma de diminuir a probabilidade de dizer mentiras é enaltecer os momentos em que a verdade é dita. Por isso, elogiar, enaltecer e gratificar relatos mais próximos da experiência estabelece condição para a aprendizagem do “dizer a verdade”.

Precisa-se ter claro que mentir é sempre a pior escolha, uma mentira é a porta de saída que se fecha sem possibilidade de retorno!