Connect with us

Educação com Ciência

A relação entre professor e aluno

A interação social é, por sua vez, um dos mais complexos e fundamentais comportamentos humanos, onde a ação do outro permite a construção do eu.

Publicado

em

A relação social é definida através do termo convivência, podendo ser também analisada pelo termo alteridade (concepção que parte do pressuposto básico que todo ser humano é social e interdependente do outro).

A interação social é, por sua vez, um dos mais complexos e fundamentais comportamentos humanos, onde a ação do outro permite a construção do eu.

A escola é um ambiente social, pois representa, em certa dimensão, a construção das personalidades, a aceitação do outro no processo de construção individual, articula movimentos interacionais de vivências psicológicas, afetivas e sociais, equilibrando comportamentos formativos em prol de objetivos coletivos.

Portanto, a relação entre professor e aluno, que se estabelece em ambiente escolar, não decorre apenas de trocas cognitivas. Há resignação na busca de suporte e confiança no outro para a construção do conhecimento. Respeito e harmonia tornam-se, neste contexto, componentes motivacionais, os quais facilitam o processo de ensino e aprendizagem.

A mediação entre professor e aluno privilegia a afetividade, colabora com o desenvolvimento humano e com a educação. Uma relação afeto-positiva entre professor e aluno prevê bons resultados na aquisição de novos conteúdos, melhoram o desempenho acadêmico e promovem socialização.  

A relação que se estabelece em âmbito escolar deve ser sensível a ponto de criar condições de receber e compartilhar conhecimentos e informações. Frente a isso, a prática do diálogo torna-se importante ferramenta para o sucesso do aprendiz.

Por muito tempo a ligação entre professor e aluno não representava um mecanismo influenciador nos processos escolares. A mudança mais significativa dos estudos na área foi o deslocamento do olhar puramente cognitivo e tecnicista, para os elementos participantes na aprendizagem, dentre eles, a relação socioafetiva.

Continuar lendo