conecte-se conosco

Valmir Gomes

Sérgio do Carmo, meu personagem da semana

Amante do futebol, tem orgulho de ser o torcedor que mais vezes viu o Rio Branco jogar na Estradinha.

Publicado

em

O menino Sérgio nasceu na Estradinha quase em frente ao estádio Nelson Medrado Dias, onde moravam o seu Domingos e a dona Izalina, seus pais. Sua infância foi dividida entre estudo, futebol e pescarias. Casado com Tânia, tem dois filhos Serginho e Tany e três netas Raquel, Roberta e Luíza, formam uma querida família. Sérgio trabalhou algum tempo no Hotel Santa Mônica, na Praia do Leste, e na Cargill, em Paranaguá, até fundar com sua esposa o CECAP CURSOS. Empresa pioneira em Paranaguá com cursos profissionalizantes, pré-vestibular, de gestão portuária e concursos públicos. Na verdade, uma empresa modelo no litoral paranaense, que está completando 25 anos de sucesso. Amante do futebol, tem orgulho de ser o torcedor que mais vezes viu o Rio Branco jogar na Estradinha, desde guri não perde um jogo do Leão. Assistiu ao Santos vencer o Rio Branco por 3 x 1 na inauguração dos refletores na década de 60. De lá para cá, hora como torcedor, hora como repórter e comentarista da equipe Bola na Rede da Ilha do Mel FM está sempre presente no estádio. Entre tantos craques que viu atuar destaca Babá um camisa 10 de qualidade e Fábio um insinuante atacante, seu técnico preferido é Odilon Silva que no ano de 1977 fez o Rio Branco quase campeão. O melhor jogo que viu foi Rio Branco 3 X 0 Portuguesa Santista, competição nacional, Gassem era o técnico daquele time, lembra com emoção. Cita Mário Roque como um exemplar presidente. O parnanguara Sérgio do Carmo, por seu amor à família, por sua simplicidade, por seu carinho com os amigos,funcionários e ouvintes, e por formar muitos profissionais em várias áreas, é o meu personagem da semana.

ÁGATHA E DUDA

Gente, quando li a notícia fiquei feliz da vida. A nossa grande campeã Ágatha e sua companheira Duda já conquistaram vaga para os Jogos Olímpicos em Tóquio, no Japão, em 2020. Das areias do litoral paranaense para o mundo. Avante, Ágatha e Duda, nossa dupla de ouro.

TIAGO NUNES 100 JOGOS COM VITÓRIA

Na noite quente do Rio de Janeiro no templo do futebol, Tiago Nunes completava 100 jogos como técnico do Clube Athletico Paranaense. Na calada da noite anterior ao jogo, os atletas se reuniram e prometeram esforço dobrado para presentear o professor. Sem aspas, porque Tiago é de fato professor. Deu no que deu, de virada 2×1 para o time do Tiago, com direito a dois gols do lateral direito Madson. Tiago, desculpe os trocadilhos e parabéns.

O EXEMPLO AFRICANO DE SADIO MANÉ

Mane era um senegalês paupérrimo que passava fome e sonhava ser jogador de futebol. Fugiu da sua aldeia em busca do seu sonho. Hoje o atacante Sadio Mané é ídolo e campeoníssimo do Liverpool na Inglaterra. Pois bem, Mane dia destes deu uma entrevista espetacular como seus gols. Disse ele: "Não preciso de dez Ferraris e 20 relógios com diamantes, nem de aviões. Passei fome, trabalhei no campo, joguei descalço, não fui ao colégio. Por isto prefiro construir escolas, dar alimentos e agasalhos às pessoas de extrema pobreza. Dou 70 euros por mês aos velhos e pobres da minha aldeia no Senegal". Sadio Mané virou meu ídolo dentro e fora do campo. Simples assim.

Publicidade






Em alta