Connect with us

Segurança

PM já recebeu 55 trotes neste ano pelo telefone 190 em Paranaguá

Comandante da 1.ª Companhia do 9.º BPM, tenente Merege, ressalta que trotes podem atrapalhar e impedir o salvamento de uma vida

Publicado

em

Os órgãos de segurança estão à disposição dos cidadãos 24 horas por dia para recebimento de denúncias e pedidos de socorro por telefone, sendo que a Polícia Militar do Paraná (PMPR), que atua em prol da segurança local, está à disposição dos munícipes pelo número 190. Entretanto, o que era para ser um elo de apoio entre a polícia e a sociedade, está se tornando alvo de zombarias telefônicas irresponsáveis por indivíduos em Paranaguá, visto que de janeiro a maio deste ano a Polícia Militar, por meio da 1.ª Companhia do 9.º Batalhão (9.º BPM) contabilizou 55 trotes recebidos no município, algo que coloca em risco toda a sociedade, atrapalhando a atuação dos policiais em prol da segurança coletiva.

De acordo com o comandante da 1.ª Companhia do 9.º BPM, 1.º tenente (QOPM) Sérgio Antonio Merege de Mello Filho, os trotes aos números de emergência, não só ao 190 da PMPR, como também o 193 do Corpo de Bombeiros, o 192 do SAMU, o 191 da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o 198 da Polícia Rodoviária Estadual e o 153 da Guarda Civil Municipal (GCM), atrapalham a atuação dos órgãos de segurança. “Não só isso, como também podem atrapalhar e impedir o salvamento de uma vida, de alguém em real perigo. Antigamente, antes de entrarmos na era digital, a Polícia Militar sofria mais com trotes, principalmente pela irresponsabilidade de crianças. Com campanhas de conscientização das mais variadas, focadas nos pais, responsáveis legais dos menores, esta prática criminosa de seus filhos, e justamente devido ao avanço tecnológico, houve diminuição dos casos”, salienta.

Conscientização

De acordo com o comandante, o cidadão deve saber que o número de emergência 190 deve ser utilizado em situações em que a presença policial seja de fato necessária. “Quando uma equipe policial está realizando o atendimento, ela o fará por completo, seja com a lavratura do respectivo Boletim de Ocorrência, seja com o encaminhamento de detidos e demais procedimentos legais. Quando ocorre a demanda reprimida, somente casos mais graves terão prioridade de atendimento, justamente para salvaguardar o maior patrimônio, a vida”, informa.

“Desta forma, verificando que se trata de apenas coleta de informações, dúvidas e esclarecimentos, o cidadão deve entrar em contato através do número fixo da Companhia (3420-9800), justamente para não ocorrer o congestionamento da linha”, salienta o tenente.

De acordo com a PMPR, de janeiro a maio de 2020, foram recebidos 55 trotes em Paranaguá, um número tido como impressionante e lamentável.”No domingo, 24, a Polícia Militar teve que realizar o encaminhamento de um indivíduo, o qual irá responder agora na Justiça por sua ação irresponsável e que coloca outras vidas em perigo, por ter acionado a Corporação e prejudicado o atendimento de ocorrências do período, estando sujeito assim, às penalidades por Comunicação Falsa de Crime, crime este praticado contra a Administração Pública, bem como à Perturbação do Trabalho ou sossego alheio. Cada caso, contudo terá um encaminhamento conforme o constatado pela guarnição policial de serviço”, finaliza o comandante da 1.ª Companhia.



PMPR encaminhou indivíduo para responsabilização judicial por trote realizado em Paranaguá neste mês
Foto: Ilustração