Connect with us

Editorial

O desdém à prevenção ocasionou a crise da pandemia no Paraná

É hora de exercitar a humanidade, o respeito ao próximo e prezar pela vida acima de tudo. É necessário fazer uma autocrítica de todos nós como sociedade

Publicado

em

O desdém à prevenção ocasionou a crise da pandemia no Paraná

Mais do que trágica, a situação da pandemia no Paraná é algo passível de indignação. Desde março de 2020, a Folha do Litoral News se esforça diariamente para alertar sobre os perigos da Covid-19 à população, algo que atravessou todo o ano de 2020, nos picos de contaminação, durante a eleição e com a chegada do fim de ano. Insistentes, mesmo diante de críticas injustas, porém existentes em um contexto democrático, prosseguimos alertando os cidadãos de que o desdém ao uso de máscara, as aglomerações e a falta de higienização por parte das pessoas gerariam uma crise pandêmica e um flerte com o colapso na saúde. Esta, agora, infelizmente, é uma realidade.

Na sexta-feira, 26, o governador Ratinho Júnior divulgou decreto que será válido para todo o Paraná e paralisará todas as atividades não-essenciais, bem como instituiu novo toque de recolher das 20h às 5h. Isso ocorre com uma justificativa sanitária, afinal 94% dos leitos de UTI do Estado estão ocupados. Apesar de todo o esforço do Poder Público na ampliação de leitos, decretos restritivos e constantes campanhas de conscientização, os casos e mortes seguiram de forma crescente, principalmente agora em fevereiro, o que possui relação direta com as aglomerações do Carnaval e temporada de verão.

O desdém à prevenção é visível. Vá para a rua e perceba quantas pessoas não usam máscara ou utilizam o equipamento de proteção de forma errada. Abra a janela da sua casa durante o horário do toque de recolher e perceba festas clandestinas residenciais, pessoas passeando de carro, bebendo com som alto e dando risada, mesmo com a tristeza da morte pairando no ar. Confira praias lotadas, barcos e jet-skis com indivíduos se aglomerando em diversos pontos da baía de Paranaguá e outros pontos da região. 

Teremos oito dias a partir do sábado, 27, com paralisação de atividades não-essenciais, toque de recolher, aulas em ensino remoto na rede estadual, entre outras medidas, com objetivo de controlar o que no momento está descontrolado: o vírus. É hora de exercitar a humanidade, o respeito ao próximo e prezar pela vida acima de tudo. É necessário fazer uma autocrítica de todos nós como sociedade. Estamos desrespeitando os decretos, desdenhando das vidas perdidas e prejudicando a retomada econômica cada vez que desrespeitamos as medidas preventivas. Enquanto a vacina não chega, o que nos resta é isso. 

Leia também: Mais vacinas contra a Covid-19 chegam ao litoral, mas há necessidade de repasses maiores

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.