Connect with us

Ciência e Saúde

Nutricionistas dão dicas para não extrapolar nas festas de fim de ano

Aylana Tierling, Nutricionista Clínica, formada pela Universidade Federal do Paraná em 2000, e Vanessa Elias, Nutricionista Clínica, formada pelo Centro Universitário Positivo em 2003

Publicado

em

Nutricionistas dão dicas para não extrapolar nas festas de fim de ano

O fim do ano é uma das épocas mais festivas: Natal, Réveillon, confraternizações na empresa, entre amigos e família. E sabe o que todas essas festas têm em comum? Comida e bebida.

Podemos ser práticos e considerar a semana crítica entre 24 de dezembro e 1.º de janeiro. Dentro dessa semana temos dois eventos principais: as ceias de Natal e Réveillon. São nesses dois momentos que podemos nos permitir, afinal não dá para se permitir a semana toda, porque aí o estrago está feito, não é mesmo?

“A situação atual de pandemia tem nos trazido várias limitações e obstáculos, e é fundamental que todos adotem as medidas necessárias para evitar a transmissão do SARS-CoV-2 também neste momento, protegendo a si e aos seus familiares e amigos, a fim de garantir a alegria do Natal e Ano-Novo, ainda que sem grandes celebrações”, enfatizam Aylana Tierling, nutricionista clínica formada pela Universidade Federal do Paraná em 2000, e Vanessa Elias, nutricionista clínica formada pelo Centro Universitário Positivo em 2003, ambas atuam na Unimed Paranaguá desde 2016 e 2017, respectivamente, atendendo aos programas de atenção à saúde da Medicina Preventiva.

Confira algumas orientações que podem ajudar a fazer escolhas mais conscientes no cardápio em meio a tanta variedade:

Como não extrapolar na ceia ao ver tantas delícias expostas à mesa?

Evite “pular” refeições durante o dia para economizar calorias a serem consumidas mais tarde. As horas sem comer aumentam sua fome, fazendo com que você coma mais do que o necessário. O ideal é comer um pequeno lanche antes da festa, pode ser uma fruta ou um sanduíche leve. Com o estômago saciado, você seleciona melhor a quantidade e a qualidade do que vai consumir na ceia. Outra dica é: antes de se servir, observe as opções disponíveis na mesa e selecione o que vai comer, procurando por alternativas mais saudáveis e saborosas, sem precisar se preocupar com a balança.

E a salada, também faz parte do cardápio?

Sim! E coma sempre a salada antes: além de bonita, ela serve para nos dar saciedade, pois é rica em fibras. Capriche mesmo, depois parta para o segundo tempo: as preparações mais calóricas.

Algumas carnes como tender, leitão e pernil são mais gordurosas, como combinar as preparações sem deixar o prato ainda mais calórico?

O ideal é combinar o prato com acompanhamentos menos calóricos, como arroz com legumes, salpicão light, batatas cozidas ou assadas, saladas cruas, legumes cozidos ou assados. Evite combinar carnes gordas com maionese, farofa de ovos ou miúdos e torta de massa podre.

E as sobremesas? Não podem faltar, não é mesmo?

As sobremesas podem ser consumidas sim, desde que se faça a melhor escolha e o consumo seja moderado. Prefira as sobremesas com menos cremes ou sem massa podre, que contêm muita gordura. Sorvetes, mousses e gelatinas de frutas são boas sugestões. Quando a oferta é muito variada, as pessoas querem provar uma porção de cada doce, levando a um consumo muito maior de calorias e comprometendo a meta de manter o peso. Será que escolher apenas uma opção não ajuda a matar a vontade?

Comer devagar, ajuda a comer menos?

Ao reduzir a velocidade na hora da refeição, os exageros nas quantidades são menores. A razão para isso é que, se a pessoa come lentamente, seu cérebro tem “mais tempo” para perceber a saciedade, pois ela é identificada muito mais pelo tempo que se leva para realizar a refeição, do que pela quantidade de alimento consumido.

Qual seria a recomendação para não abusar no consumo de bebida alcóolica?

As bebidas alcoólicas são muito calóricas, apuram o paladar aumentando o consumo de alimentos, são acompanhadas de aperitivos muito calóricos e fazem com que deixemos de ser criteriosos em nossas escolhas. É bom termos em mente que cada grama de álcool contém 7 calorias, enquanto carboidratos e proteínas contém 4.

Valor calórico das bebidas geralmente consumidas na ceia:

Champanhe – 1 taça (125 ml) = 85 calorias

Chope – 1 tulipa (300ml) = 180 calorias

Cerveja – 1 lata (356 ml) = 146 calorias

Vinho tinto/branco – 1 taça (100ml) = 70 calorias

Licores – 1 cálice (40ml) = 100-150 calorias

Vodca – 1 cálice (28ml) = 65 calorias

Uísque – 1 dose (28ml) = 70 calorias

Uma maneira de evitar o consumo exagerado é sempre tomar 1 copo de água após cada copo de bebida alcoólica. A água não contém calorias e à medida que o álcool desidrata, a água hidrata, deixando o corpo equilibrado, diminuindo o risco de a pessoa ficar com enjoos e dor de cabeça no dia seguinte.

Leia também: Saúde alerta que casos de dengue podem aumentar no verão