Connect with us

Paraná Empreendedor

Um exemplo de pujança do empreendedorismo

O BioPark de Toledo vai aos poucos transformando a região oeste, de excelência na produção de alimentos em referência também nas áreas de pesquisa, inovação e geração de negócios e empregos

Publicado

em

Metrologia Legal, uma defesa silenciosa do consumidor e das relações comerciais

O Paraná é um estado pujante de gente empreendedora e temos muitos exemplos. Luiz Donaduzzi, fundador e presidente do parque tecnológico privado BioPark, em Toledo, e a esposa, Carmem, empreendedores por mais de 40 anos, colocaram como meta — e recursos próprios — transformar Toledo e região, no oeste do estado, em referência nas áreas de pesquisa, inovação e geração de negócios.

Dificilmente encontramos em alguma cidade um terreno que esteja ao lado de tantas âncoras que trazem progresso. Hoje as pessoas querem um local agradável para morar, criar os filhos, com acesso fácil a serviços de qualidade, ter boas oportunidades de trabalho, segurança, boas opções para se divertir e envelhecer tranquilamente. O ecossistema do BioParque é planejado para isso”, afirma Donaduzzi, com sua visão humanista.

São 5 milhões de metros quadrados onde estão instaladas quatro universidades, entre elas uma pela Parceria Público Privada (PPPs), o Campus de Medicina da UFPR.

O BioPark Educação, iniciativa própria de ensino do empreendedorismo com graduação, cursos técnicos e especialização, em parceria com a UniAmérica, aplica metodologias ativas de ensino. Os alunos trabalham com a inovação em sala de aula, formando profissionais com competências adequadas ao mercado. A empregabilidade é superior a 94%.

O BioPark atrai empresas para a região por meio do programa de residência para empresas, com benefícios como estrutura física sem custo de aluguel por um ano em salas exclusivas para escritórios, áreas industriais ou coworking.

O projeto recebe uma nova empresa a cada 72 horas e tem mais de 70 negócios, gerando mais de 300 empregos diretos. Os investimentos no Biopark somam mais de R$300 milhões. Um Centro de Distribuição de Medicamentos da Prati-Donaduzzi, está com obras avançadas e há um Complexo Hospitalar do Grupo Sempre Vida.

Organizações internacionais veem uma grande oportunidade de crescimento, como as chilenas PGA Group, Biosamer e Bitácora. Há projetos em parceria com a Universitè Laval (Canadá), Instituto Erasto Gaertner e outros, para manufatura aditiva com foco em saúde, na produção de próteses e órteses em impressoras 3D.

Um novo shopping center e um hotel devem movimentar a economia da região, atraindo investidores e gerando novos empregos.

Por Juraci Barbosa Sobrinho

Leia também: Concepção de uma empresa: branding, design, marketing e a propriedade intelectual