Connect with us

Maçonaria

A MAÇONARIA BENFEITORA

Há alguns séculos, a Maçonaria vem atuando como benfeitora da humanidade. São inúmeros os projetos sociais em que a nossa Ordem é engajada.

Publicado

em

A MAÇONARIA BENFEITORA

Há alguns séculos, a Maçonaria vem atuando como benfeitora da humanidade. São inúmeros os projetos sociais em que a nossa Ordem é engajada. A construção de hospitais, escolas, bibliotecas, apoio a entidades, socorro em tragédias e tantas outras benemerências que são de número imensurável. Permanecemos ativos nessa caminhada. Todavia, há outro benefício que a Maçonaria traz para a sociedade que, muitas vezes, é esquecido: as Academias Maçônicas.

As Academias Maçônicas de Letras, Artes e Ciências são instituições sem fins lucrativos que têm objetivo de congregar maçons dedicados às áreas supracitadas no intuito de promover o conhecimento tanto Maçônico quanto No Mundo Natural.

Em geral, essas Academias promovem cursos, revistas, palestras, eventos, editam livros e homenageiam personalidades das áreas estudadas. São formadas por Maçons que são convidados e eleitos para ocupar cadeiras com nomes de dignitários da sociedade.

O modelo dessas Academias segue o espelho das Academias Profanas. Estas têm origem no modelo da Grécia Antiga dos filósofos Clássicos. Platão (428 a.C. – 347 a.C.) foi o fundador da primeira e deu o nome de Academus. Nela congregavam os pensadores da época e estudava-se essencialmente aritmética, geometria, astronomia e filosofia.

A primeira Academia Maçônica criada no Brasil foi a Academia Maçônica de Letras. Fundada em 21 de abril de 1972 na cidade do Rio de Janeiro. Sendo que com abrangência nacional a primeira Academia Brasileira Maçônica de Artes, Ciências e Letras foi fundada em 27 de janeiro de 1996 sob a presidência do célebre escritor Irmão José Castellani. Hoje, a Maçonaria conta com dezenas de Academias espalhadas por todo o território nacional.

As Academias Maçônicas no Brasil seguem com toda força e vigor. De tempos em tempos surgem novas. Umas representam regiões, outras Estados, outras Potências, outras o próprio Brasil e algumas delas são ligadas a segmentos específicos como as Academias de Direito.

É fundamental que as Potências Maçônicas apoiem essas iniciativas, bem como os Irmãos interessados congreguem-se com essas entidades. Fomentar a ciência, a cultura, o conhecimento e a atividade artística é imperioso para o crescimento da sociedade, especialmente em tempos como os de hoje que essas atividades estão jogadas a segundo plano.

A Bateria incessante de hoje vai para os Confrades da cultura e da ciência. Vida longa aos Acadêmicos Maçônicos. Ad immortalitatem.

Yassin Taha

Dep. Federal GOB

Leia também: A SIMBOLOGIA NA MAÇONARIA