conecte-se conosco

Educação com Ciência

Estresse e ansiedade?

Não é de hoje que os desafios da vida nos impõem comportamentos competitivos e estressantes.

Publicado

em

Não é de hoje que os desafios da vida nos impõem comportamentos competitivos e estressantes.

Antes, nossa espécie lutava pela busca de alimentos e sobrevivência. Anos após, lidamos com guerras e pestes que dizimaram grande parte da população. Hoje, apesar das coisas aparentarem estar mais acessíveis e realmente estão, os desafios continuam. As dificuldades mudaram de nuances.

A busca incessante de um desempenho escolar e profissional cada vez mais satisfatório sobrecarregam nossas vidas, desencadeando, muitas vezes, transtornos psíquicos e comportamentos autodestrutivos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, o transtorno de ansiedade (TA), caracterizado por uma excessiva preocupação com acontecimentos futuros e uma antecipação exagerada de pensamentos que afetam o comportamento do indivíduo, atingem um total de 18 milhões de brasileiros. Nosso país, infelizmente, é campeão nos números dessa desordem, com 9,3% da população afetada

O transtorno de ansiedade tem grande prevalência na infância e na adolescência. A região Sudeste do Brasil diagnosticou 4,6% da população infantil com TA, enquanto que, entre os adolescentes, o percentual se elevou para 5,8% (MAIA; ROHDE, 2007). A região Sul, por sua vez, registrou os melhores índices de saúde mental e desempenho escolar entre crianças e adolescentes (VALENZA, 2010).

Apesar dos transtornos serem muito prevalentes na infância e na adolescência, afetando seu funcionamento familiar, social e escolar, não existe uma categoria específica para transtornos de ansiedade na infância descrita no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V).

Os transtornos de ansiedade de separação, de pânico, fobias específicas, fobia social, transtorno obsessivo-compulsivo, transtorno de estresse pós-traumático e transtorno de ansiedade generalizada desencadeiam uma série de alterações físicas, psíquicas e emocionais.

Ao final, podemos concluir que seja na infância, durante a adolescência ou mesmo na fase adulta, muitas são as situações estressoras que podem desencadear transtornos e dificuldades de atuação. Medidas diagnósticas e de tratamento tornam-se tão importantes quanto a busca do aperfeiçoamento emocional precoce.

Nós, enquanto pais e educadores, devemos ajudar nossas crianças a desenvolver habilidades emocionais que lhes permitam atuar de modo mais eficaz e saudável no decorrer de sua vida. 

E, esse aprendizado inicia-se com o reconhecimento das emoções diárias, como elas surgem, por que elas surgem e quais as ações devo tomar diante delas. O diálogo, portanto, é essencial.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.