conecte-se conosco

Segurança

Paranaguá já alcança o índice de homicídios de 2017

Foram contabilizados 45 casos desde o início deste ano

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP) divulga periodicamente as estatísticas de homicídios em todo o Paraná. O litoral do Estado tem contabilizado constantes casos de homicídios e latrocínios, roubos seguidos de morte. Os números, infelizmente, mostram a realidade que os moradores não gostariam de ver e revelam um cenário preocupante.

Frequentemente, a Folha do Litoral News tem divulgado os casos de homicídios e latrocínios ao longo deste ano e, desta forma, chegou-se ao número de 89 casos em todo o litoral. O município com maior número de registros é Paranaguá, com 45 casos. Índice que, ainda no mês de julho, se iguala ao ano de 2017. Já que de janeiro a dezembro do ano passado, foram constatados 44 homicídios dolosos e um latrocínio.

As estatísticas de 2017 e do 1.º trimestre de 2018 estão disponíveis ao público em geral na página da Secretaria de Segurança: http://www.seguranca.pr.gov.br/. “A SESP mantém o compromisso da divulgação trimestral dos relatórios estatísticos, buscando cada vez mais aumentar a democratização da informação e a excelência do atendimento ao cidadão e ao Governo do Estado”, explicou em nota a secretaria.

Se a análise for realizada por cidade, alguns municípios litorâneos também estão próximos de alcançar as estatísticas do ano anterior. Antonina registrou três homicídios em 2017 e um neste ano. Guaraqueçaba não teve registros no ano anterior, mas um já foi contabilizado em 2018.

Guaratuba teve 24 em 2017 e 13 neste ano. Matinhos registrou 22 no ano passado e neste ano 16. Em Morretes houve um homicídio em 2017 e dois neste ano. Pontal do Paraná teve 12 no ano anterior e já contabiliza 11 em 2018.

Litoral já registrou cerca de 89 homicídios em 2018

ESTATÍSTICAS DA CRIMINALIDADE

Ao se comparar a 2017, outras informações do relatório da Secretaria de Estado de Segurança Pública chamam a atenção. Além dos casos de homicídios, também são revelados outros dados como o número de ocorrências envolvendo tráfico de drogas.

Em um comparativo entre o primeiro trimestre de 2017 e o mesmo período de 2018, pode-se observar que houve um aumento de 26% nas ocorrências envolvendo tráfico de drogas, saltando de 131 para 166, no litoral do Paraná.

As ocorrências envolvendo o uso ou consumo de drogas também cresceram, de 314 para 610 no comparativo com o primeiro trimestre. Outros índices permaneceram na mesma média como é o caso de crimes de lesão corporal e crimes de ameaça.

 

Continuar lendo
Publicidade