conecte-se conosco

Maçonaria

Maçonaria

O que você precisa saber aqui, com relação às Cruzadas, é que elas não foram um único período, ininterrupto…

Publicado

em

As Cruzadas, os Templários e a Maçonaria

 

O que você precisa saber aqui, com relação às Cruzadas, é que elas não foram um único período, ininterrupto. O número de Cruzadas chegou a nove e cada uma delas teve suas próprias características. No entanto, grande parte das questões mais marcantes aconteciam entre elas – e, nos bastidores. Ela teve início, teoricamente, com a decisão da Igreja de tomar a cidade de Jerusalém, em 1095, causando inúmeras mortes desnecessárias e em nome de Deus. Foi um absurdo que só poderia ter vindo desse povo bárbaro, que eram os Ocidentais.

Para quem desconhece, os Muçulmanos eram um povo muito mais letrado e civilizado do que os europeus. Eles já tinham um sistema de ensino, tinham conjuntos de normas efetivas para que todos pudessem viver mais civilizadamente, e etc. Estavam vários anos à frente dos ocidentais.

Apesar de ser uma história interessante, houve covardia, houve traição, houve falta de tolerância e muito fanatismo religioso. Felizmente, também houve grandes nomes como o de Ricardo “Coração de Leão” e Salah El Dine (Saladino). O período das Cruzadas foi de quase 200 anos. Foi durante esses anos que a Igreja se tornou aquela que, hoje em dia, a maioria das pessoas acha que ela sempre foi. Os Templários surgiram em 1118, com o suposto objetivo de proteger os lugares santos do Cristianismo. Foram guerreiros militares, foram monges e foram construtores. Nove anos depois de sua criação (1127), a Igreja passou a apoiar a Ordem e fez dela um de seus braços. Centenas de construções góticas foram feitas por esses cavaleiros, que é um dos motivos que fazem com que muitos acreditem que os Cavaleiros Templários eram a Maçonaria da Idade Média. Os Templários não eram maçons, mas ambas as Ordens existiram independentemente e não existem motivos para acharmos que era a mesma Ordem. No entanto, como muitas pessoas acreditam se tratar do mesmo grupo, surgem questões que não deveriam ser feitas – mas que são – por se basearem nessas histórias. Com relação à Maçonaria, muitos maçons defendem que os Templários eram os Maçons devido aos rituais da Ordem, que tem referências Templárias. No entanto, as referências Templárias foram adicionadas à Ordem depois, já que essas não existiam nos primeiros Rituais da Maçonaria Moderna. Houve sim uma relação entre os Templários e a Maçonaria, na época da Idade Média, mas, isso não influenciou os Rituais, que só foram feitos no século XVIII. Se olharmos para a história dos cavaleiros templários e da maçonaria, a teoria mais divulgada sobre a origem da Maçonaria deriva do reconhecimento da Ordem Medieval dos Pobres Soldados de Cristo e do Templo de Salomão, fundado por volta de 1118, mais conhecido como os Cavaleiros Templários. Segundo a tradição, o quartel dos templários foi erguido sobre as ruinas do antigo templo de Salomão, daí o nome da Ordem.

Yassin Taha. Deputado Federal


A responsabilidade de artigos assinados e as opiniões neles expressas não refletem necessariamente as opiniões deste portal. A responsabilidade do autor se estende à correção ortográfica e demais regras gramaticais da língua portuguesa.

Continuar lendo
Publicidade