Connect with us

Editorias

Vacina AstraZeneca é eficaz contra internamento hospitalar pela variante da Índia

Efetividade é de 92% e nenhuma morte foi registrada após duas doses

Publicado

em

Na quarta-feira, 16, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou estudo da Public Heatlh England (PHE), que mostrou que a aplicação de duas doses da vacina AstraZeneca/Oxford apresenta uma efetividade de 92% contra a hospitalização pela variante Delta (B.1.617.2) da Covid-19,  que foi identificada pela primeira vez na Índia. Além disso, o imunizante não registrou nenhuma morte devido ao Sars-CoV-2 no estudo junto aos pacientes vacinados.

“A variante, antes conhecida como indiana, tem se espalhado rapidamente pelo Reino Unido e já teve casos confirmados no Brasil. A vacina também demonstrou uma alta efetividade contra a variante Alpha (B.1.1.7), identificada pela primeira vez no Reino Unido, com redução de 86% nas internações e sem mortes relatadas”, informa a Fiocruz.

Segundo a assessoria, o estudo foi promovido pela agência de saúde do Governo Britânico e publicado no último dia 14, onde foi utilizada a vacina AstraZeneca, que no Brasil é produzida pela Fiocruz, bem como o imunizante da Pfizer. “A pesquisa analisou 14.019 casos da variante Delta que chegaram às emergências dos hospitais ingleses entre 12 de abril e 4 de junho deste ano. Destes, 166 foram hospitalizados. Foi comparado o risco de internação entre os não vacinados e os vacinados com primeira e segunda doses.  A efetividade média em relação à taxa de hospitalização para vacinados com a variante Delta foi similar à da variante Alpha, levando em conta os dois imunizantes: Alpha com 78% (uma dose) e 92% (duas doses); Delta com 75% e 94% (respectivamente)”, completa.

A Pfizer apresentou 94% de efetividade após a primeira dose e 96% após a segunda dose contra a internação pela variante Delta, enquanto a  AstraZeneca registrou 71% de efetividade após a primeira dose e 92% após a segunda. “Estas descobertas indicam níveis de proteção muito altos contra as hospitalizações pela variante Delta com uma ou duas doses de qualquer uma das duas vacinas”, informa o estudo da PHE.

Sobre a vacina AstraZeneca

A vacina Covid-19 AstraZeneca/Oxford, desenvolvida pela pela Universidade de Oxford, utiliza plataforma tecnológica de vírus não replicante (a partir do adenovírus de chimpanzé, obtém-se um adenovírus geneticamente modificado, inofensivo ao ser humano, por meio da inserção do gene que codifica a proteína S do vírus Sars-CoV-2).  “A vacina recebeu autorização condicional de comercialização ou uso de emergência em mais de 80 países em seis continentes. Mais de 500 milhões de doses foram fornecidas a 165 países em todo o mundo, incluindo mais de 100 países através do Covax Facility”, informa a assessoria. 

“A variante Delta tem contribuído para a atual onda de infecção na Índia. Recentemente, ela substituiu a Alpha como cepa dominante na Escócia e é responsável por um significativo aumento de casos no Reino Unido. O Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização (Sage) da Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou a aplicação da AstraZeneca mesmo em países onde haja a circulação de variantes”, finaliza a Fiocruz.

Com informações da Fiocruz

Foto: Ari Dias/AEN

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.