Connect with us

Turismo

Registros de paranaenses no Cadastur aumentam mais de 10%

Cadastros de pessoas físicas e jurídicas tiveram aumento em relação ao ano de 2019, um dos principais motivos é a busca por crédito, em função da pandemia

Publicado

em

Registros de paranaenses no Cadastur aumentam mais de 10%

O número de empresas turísticas cadastradas no sistema de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor (Cadastur) no Paraná teve um aumento de 11% de 2019 para 2020. Um dos principais motivos é a busca por crédito, principalmente em função da pandemia.

O Estado apresentou, no ano passado, 6.965 cadastros, quase 700 a mais em relação ao ano anterior. Em comparação com os outros Estados da Federação, o Paraná ocupa a quinta posição com mais cadastros regulares no Cadastur, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

A região turística paranaense que apresentou a maior evolução no número de cadastros foi o litoral, que apresentou um aumento de 104%, passando de 207 cadastros em 2019 para 422 em 2020. Em seguida aparece a região dos Campos Gerais, que passou de 313 para 385 cadastros, um aumento de 23%.

As regiões que têm mais pessoas físicas e jurídicas cadastradas são Rotas do Pinhão (Curitiba e região) e Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu, com 2.439 e 1.578 cadastros em 2020, respectivamente.

Com relação às atividades turísticas, a que teve o maior número de cadastros regulares foi a de guias de turismo, com 1.795 no ano de 2020, sendo 951 somente na região Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu; seguida pelas agências de turismo, com 1.712, 861 delas na Rotas do Pinhão; e pelas transportadoras turísticas, com 1.180. Os dados foram levantados pela Paraná Turismo, autarquia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo.

Linhas de Crédito

De acordo com Isabella Tioqueta, diretora técnica da Paraná Turismo, os números representam uma preocupação das empresas de turismo em estarem regularizados perante o cadastro nacional. Também mostram que o Paraná vem trabalhando justamente esse viés de legalidade.

“Tivemos no ano passado uma maior busca pelo Cadastur, vinculando isso à possibilidade de linhas de crédito devido à situação que estávamos vivendo por conta da pandemia”, destacou.

Atualmente, são várias as possibilidades de linhas de crédito e de empréstimos via Fundo Geral do Turismo (Fungetur) que exigem que as empresas estejam devidamente registradas no Cadastur. E o surgimento da pandemia foi o maior motivador para que houvesse o aumento no número de cadastros, justamente porque o setor do turismo foi um dos mais afetados desde o início.

Outras iniciativas exigem o registro das empresas no Cadastur, como a participação no programa Paraná Pay e outras ações do Projeto de Retomada do Turismo. 

Novas Políticas

O cadastro também é fundamental para subsidiar a criação de novas políticas públicas, bem como permite monitorar os projetos em desenvolvimento e os avanços da atividade turística do Estado. “Isso é muito importante para que tenhamos dados estatísticos que comprovem o crescimento do turismo no Paraná e para que possamos entender de fato que o turismo é um gerador de renda e desenvolvimento econômico e quanto podemos avançar cada vez mais dentro desse setor”, completou Isabella.

Selo de Turismo Responsável

O Paraná é o quinto que mais teve emissões do Selo de Turismo Responsável no período entre junho e dezembro de 2020. O Estado apresentou 5,5% de todas as emissões do País nesse recorte de tempo, sendo 1.460 selos no total. As regiões que mais tiveram selos emitidos foram a Rotas do Pinhão (38,8%), litoral do Paraná (19%) e Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu (12,5%).

Com relação aos municípios, em números absolutos, Curitiba teve 417 emissões, seguida por Foz do Iguaçu, com 167, e Paranaguá, com 142. Na sequência estão Maringá, Morretes, Ponta Grossa, Londrina, Cascavel, Pontal do Paraná e Colombo.

Já no recorte das atividades turísticas, a que mais emitiu selos foram as agências de turismo (23%), transportadoras turísticas (20,1%), meios de hospedagem (18,9%) e guias de turismo (18,7%).

De acordo com o presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl, esses números são o reflexo da busca por maior segurança por parte dos turistas. “A pandemia fez uma transformação no formato de se enxergar o turismo, o comerciante, os hotéis. Aqueles que estão preparados estão buscando o Selo para dar essa efetiva segurança ao turista para que ele possa frequentar os estabelecimentos sem nenhuma preocupação”, completou.

Fonte: Sedest

Foto:  José Fernando Ogura

Leia também: Paranaguá lança o Sistema de Inteligência Turística (Situr)

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.