conecte-se conosco

Litoral

Corpo de Bombeiros forma 55 guarda-vidas civis voluntários

Eles concluíram o curso na modalidade de águas abertas nos seguintes municípios: Matinhos (18), Guaratuba (18), Pontal do Paraná (12) e Morretes (7)

Publicado

em

Fotos: SESP-Paraná

O Corpo de Bombeiros formou 55 novos guarda-vidas civis (GVC) durante solenidade na manhã da quinta-feira, 3, em Matinhos. O estágio operacional, última etapa do Curso de Guarda-Vidas Civis, iniciou em 10 de dezembro de 2021 com o intuito de reforçar o trabalho dos bombeiros militares na prevenção de ocorrências e nos atendimentos a afogamentos no mar, rios e lagos durante a temporada. Na solenidade os formandos receberam o certificado de conclusão do curso.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Junior, destaca a relevância do curso nos atendimentos que ocorreram no Litoral durante a temporada, em conjunto com o Corpo de Bombeiros, que trabalhou como gestor e orientador.

“Esse projeto fortalece os laços da corporação com os guarda-vidas civis e a população ganha no atendimento com a potencialização dos serviços prestados na região do Litoral. Além disso, eles têm a oportunidade, também, de participar da corporação e quem sabe um dia pertencer a ela”, esclareceu.  

De acordo com o comandante do 1.º Comando Regional do Corpo de Bombeiros, coronel Gilberto Gavilovski, os jovens que estão se formando receberam um chamamento, atenderam e executaram um treinamento, processo que deu a oportunidade de todos estarem aptos para trabalhar como guarda-vidas, seja no Litoral ou em outro local.

“Eu vejo como um projeto social, pois os jovens aprendem uma nova profissão e recebem por isso. Assim, geramos uma renda e quem ganha com isso são os municípios do Litoral, pois este dinheiro, em grande parte, acaba ficando na cidade. No final, quem ganha é a sociedade que pode contar com os serviços de qualidade do Corpo de Bombeiros”, explicou.

NA PRÁTICA

Os 55 guarda-vidas civis concluíram o curso na modalidade de águas abertas nos seguintes municípios: Matinhos (18), Guaratuba (18), Pontal do Paraná (12) e Morretes (7). O treinamento contou com 450 horas/aula. As subunidades do Corpo de Bombeiros no Litoral que receberam o curso são do 8.º Grupamento de Bombeiros.

Os guarda-vidas civis que chegaram à formação passaram pelo período de instrução, depois pelo Estágio Operacional, receberam o fardamento e também uma ajuda de custo para as despesas por dia trabalhado.

O coordenador de Guarda-vidas Civil no Núcleo de Pontal do Paraná, cabo Adriano da Silva Rodrigues, destaca a oportunidade de ter assumido esta função pelo Corpo de Bombeiros pela primeira vez e, principalmente, o empenho dos formandos para chegarem até esta etapa, abrindo a possibilidade de ingressarem futuramente na corporação.

“Trabalhar com essas pessoas que realmente querem ajudar a sociedade é uma satisfação grande, elas têm a visão de ajudar o próximo. Por isso, coloco os 55 que foram capacitados nesta temporada como guerreiros, que mostraram para o que vieram, que têm empenho, amor pela vida e por este tipo de serviço”, disse o cabo Adriano. 

Dentre os 55 guarda-vidas civis, Camila Campanhola foi a primeira colocada no curso e afirma que a sua participação, durante a temporada de verão deste ano, é engrandecedora e a ensinou bastante sobre a profissão. “É uma honra fazer parte da corporação de alguma forma, foi uma experiência maravilhosa, pois aprendemos muita coisa. É importante contribuir à sociedade, na prevenção e quando ela precisa dos salvamentos”, afirmou.

“É por meio deste trabalho de orientação, a partir do nosso conhecimento, que vamos mudando vidas. Essa é a nossa grande missão, um orgulho poder participar do curso”, completou.  

Fonte: AEN