Connect with us

Infraestrutura

Empresa Portos do Paraná inicia revisão do Plano de Zoneamento Portuário

Trabalho acontece na poligonal terrestre

Publicado

em

A Portos do Paraná deu início à atualização do Plano de Desenvolvimento e Zoneamento dos portos de Paranaguá e Antonina (PDZ). O trabalho acontece na poligonal terrestre, que indica o limite geográfico da área do porto organizado, ou seja, no espaço onde a autoridade portuária detém o poder de administração e onde ficam as instalações portuárias e a infraestrutura de proteção e acesso ao porto.

O documento é uma das mais importantes ferramentas de planejamento do setor e considera o ambiente social, econômico e ambiental em que o porto está inserido. “O PDZ permite estabelecer estratégias e metas para o desenvolvimento racional da atividade portuária. Não só pensando na eficiência das operações, mas na integração com os demais modais e os impactos para a cidade e seus moradores”, explica o diretor-presidente da empresa pública, Luiz Fernando Garcia.

O último PDZ feito em Paranaguá foi em 2012, com atualizações em 2014, 2016 e 2017. Em 2021, a atualização é feita com o apoio da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), órgão do Governo Federal que também é responsável pelo Plano Mestre dos portos paranaenses.

É a partir do PDZ que a autoridade portuária dá destino a suas áreas

Segundo Eduardo Nina Pinheiro Perez, assessor técnico da EPL, estes instrumentos de planejamento consideram ainda o Plano Nacional de Logística Portuária e as políticas públicas voltadas para o setor.

“Realizamos a coleta de informações atuais e fazemos exercício de visualização do futuro, com vistas à forma estratégica em que serão potencializadas as mais variadas áreas e regiões dos portos.  O foco é sempre que o desenvolvimento ocorra de maneira sustentável e integrada.”, disse. “Atuamos em parceria com a Portos do Paraná e a oportunidade de ter esclarecimentos adicionais junto às equipes de engenharia, engenharia marítima, operações e arrendamentos”, acrescenta.

É a partir do PDZ que a autoridade portuária dá destino a suas áreas, explica o gerente de Arrendamentos da Portos do Paraná, Rossano Reolon. “Juntamente com os demais instrumentos de planejamento, de maneira interligada, pensamos o porto organizado por áreas: um lado com operação de líquidos, outro com granéis, outro veículos e carga geral. Essa segregação permite planejar o porto a longo prazo”, diz.

Para ele, ter um PDZ atualizado permite a melhor exploração das áreas disponíveis. O setor portuário é muito dinâmico. Prevê diversos estudos, envolvendo diferentes tecnologias. “Nosso objetivo é realizar as adaptações a cada dois anos”, adianta.

Fonte: AEN/Portos do Paraná

Fotos: Claudio Neves/Portos do Paraná

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.