Connect with us

Espaço Poético

Eu, Capitu?

Olhos de ressaca?
Da sua embriaguez,

Publicado

em

Olhos de ressaca?
Da sua embriaguez,
afogado em sua praia/
cego em sua raiva
e não em minha nitidez,
diz saber de mim, cigana…
não da sua boca em frenesi,
diz saber de mim, dissimulada…
suas palavras eu esqueci.
Na fúria te levo da minha areia,
sou minha própria fumaça
salgada, real e intensa.
NÃO SOU MULHER QUE ACATA!
Porque não sou o que você vê.
Sou de mim mesma, livre.
Tire as mãos de mim,
Sei que não sou o que você insiste.
Tire sua voz de mim,
Sei que não sou o que você grita.
Eu sou Capitu e ela é todas nós,
mulher forte dos olhos de mar
Queremos hoje devolver tua voz,
porque somos sereias da terra e do mar.
Nos respeite!
Hoje ninguém vai nos pescar.
Ninguém vai nos calar!

Ariane Alboitt