conecte-se conosco

Editorial

Responsabilidade sanitária e demanda contínua por doação de sangue

O período de crise sanitária, que prossegue, mas com níveis de internação e mortes reduzidos devido ao avanço da vacinação contra a Covid-19, deve nos trazer uma reflexão sobre a importância de valorizarmos a vida, a fraternidade e a ciência. Uma forma clara de fazer isso é exatamente doando sangue

Publicado

em

editorial

A demanda por doação de sangue é contínua. Sempre divulgamos matérias na Folha do Litoral News convocando doadores a comparecer ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar)  para efetuar a doação, visto que ela salva vidas e é essencial para atendimentos a pacientes em emergências e outras situações clínicas no Sistema Único de Saúde (SUS). Entretanto, em tempos de pandemia, as doações caíram, mas a demanda prosseguiu a mesma em hospitais de todo o Paraná e do litoral, fazendo com que haja a necessidade não somente do comparecimento de doadores, como de regras claras que demonstrem a segurança para realizar este ato de fraternidade em tempos de Coronavírus.

O Hemepar Paranaguá, por exemplo, sempre demonstrou sua seriedade e segurança garantida aos doadores, com prevenção contínua ao Coronavírus e inclusive agendamento de pessoas para efetuar as doações, com distanciamento, muita organização e respeito à vida. 

Na terça-feira, 25, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), trouxe uma nova regra para triagem clínica de candidatos a doação de sangue que forem diagnosticado ou tiverem a suspeita a Covid-19, permitindo que, após 10 dias da recuperação da doença, eles possam doar no local de coleta, um ato que deverá aumentar as doações em todo o País.

De acordo com o Hemepar, a medida diminuiu de 30 para 10 dias o tempo de espera para quem teve o Coronavírus doar sangue. Ou seja, a ação poderá aumentar as doações, com segurança e respeito à vida. Segundo o centro paranaense, o cenário pandêmico está em profunda evolução, algo que faz com que as pesquisas científicas também estejam cada vez mais avançadas, onde se descobriu não somente o baixo risco de transmissão do vírus por transfusão sanguínea, como também o tempo possível para uma pessoa contaminada poder voltar a doar sangue com segurança sanitária. 

O período de crise sanitária, que prossegue, mas com níveis de internação e mortes reduzidos devido ao avanço da vacinação contra a Covid-19, deve nos trazer uma reflexão sobre a importância de valorizarmos a vida, a fraternidade e a ciência. Uma forma clara de fazer isso é exatamente doando sangue, um método científico que demonstra a evolução da medicina, bem como permite a cada pessoa fazer o bem ao próximo, não importa quem seja o beneficiado. Em Paranaguá, o Hemepar atende pelo telefone (41) 3420-6662 e pelo WhatsApp (41) 3420-6663. 

Continuar lendo
Publicidade