Connect with us

Editorial

A retomada das atividades e o Coronavírus

Há uma necessidade de se tentar gradativamente voltar ao normal

Publicado

em

Há uma necessidade de se tentar gradativamente voltar ao normal, ou seja, retomar as atividades que foram paralisadas mediante a pandemia de Coronavírus. O mundo, que não para, ficou repentinamente em marcha lenta e, agora, há uma cobrança por diferentes setores para que se volte à velocidade normal, tendo em vista a manutenção da ordem de todas as coisas.

É importante se dizer que a volta está se dando por setores e lentamente, sem esquecer que muitas frentes não puderam parar, como o setor portuário, de segurança, saúde, alimentício dentre outros.

Foram inúmeras empresas e pessoas afetadas e os reflexos deste período será sentido por muito tempo ainda, mas se assiste, na atualidade, ao retorno das ações, primeiro foi o comércio, agora estão reiniciando alguns atendimentos que estavam suspensos, como treinamentos desportivos e, no mais recente decreto municipal, a Prefeitura de Paranaguá estabeleceu o retorno dos atendimentos ao público nos prédios públicos municipais. 

Outra boa notícia que veio neste mesmo decreto é a liberação de atividades religiosas presenciais de quarta-feira a domingo.

É válido se ressaltar que tanto os setores públicos quanto as igrejas, para ter o funcionamento, vão continuar adotando as medidas de segurança impostas por decretos anteriores, ou seja, uso de álcool em gel, controle de público e acesso, uso de máscaras e as medidas de higiene para com os locais. 

O mundo não para e cabe a cada cidadão cuidar o máximo possível de sua proteção, pois a vida precisa continuar, mas ainda não foi vencido o inimigo chamado Coronavírus, ele continua fazendo vítimas, portanto é tempo de se redobrar os cuidados que cabem às pesoas. Se possível: fique em casa!