Connect with us

Coronavírus

Reunião trata sobre a reabertura da Ilha do Mel

Comunidade fez um abaixo-assinado para que o local continue fechado

Publicado

em

A comunidade da Ilha do Mel realizou uma reunião na noite de segunda-feira, 3, demonstrando o descontentamento em relação a uma possível reabertura da localidade. Na ocasião, foi elaborada uma carta com a assinatura de grande parte dos 100 moradores.

A carta foi encaminhada às autoridades justificando que a Ilha do Mel é um dos poucos locais no mundo em que não há casos de Covid-19.

O documento reforça o potencial turístico do local e a exposição das pessoas que atuam no atendimento ao público, além de ressaltar a questão da saúde no litoral através do atual panorama, em virtude da alta incidência de casos.

De acordo com a gestora em educação, moradora no local, Kelly Cristina Araújo, este não é o momento de reabertura. “A ilha tem recebido bastante apoio com a doação de cestas básicas vindas de todas as partes. Na semana passada, o Governo do Estado, através das secretarias de Educação e de Justiça fizeram uma ação social na comunidade. Quem realmente está precisando está sendo bem assistido”, ressalta.

Tania Campos, proprietária de pousada e camping, não apoia a reabertura. “A maioria das pessoas aqui da Ilha não concorda porque é um dos poucos lugares que ainda não têm casos de Coronavírus. Vamos esperar mais um pouco, pois habitamos um lugar pequeno”, ressalta.

A empresária Isabele Cristine Silva também se manifestou. “Em minha opinião, a ilha não está preparada para receber turistas durante esse pico da pandemia. Não temos estrutura alguma para isso, podemos citar desde o trapiche, o posto de saúde e reuniões de esclarecimento. Infelizmente, não sabemos como deve ser feita a higienização dos quartos, roupas de cama, áreas comuns, ou como deve ser servido o café da manhã. Óbvio que queríamos estar abrindo pousada e restaurante, porém neste momento é inviável”, finaliza.