conecte-se conosco

Coronavírus

Paraná defende antecipação da vacinação de trabalhadores da Educação

Beto Preto entregou um ofício ao secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, reforçando o posicionamento do Paraná

Publicado

em

O Governo do Paraná apresentou na quarta-feira, 28, um pedido de antecipação da vacinação dos profissionais e trabalhadores da Educação ao Ministério da Saúde. O apelo foi feito pelo secretário da Saúde, Beto Preto, a autoridades da pasta federal em Brasília. O Estado defende a readequação do calendário nacional para que a imunização dos docentes e servidores aconteça simultaneamente às pessoas com comorbidades. 

“Entendemos que existe viabilidade para uma vacinação em paralelo. Esta tem sido a orientação do governador Ratinho Júnior. O Estado vem trabalhando com essa possibilidade. Temos seguido o Programa Nacional de Imunização, mas estamos pleiteando essa alteração junto ao Ministério”, afirmou o secretário.

Ele entregou um ofício ao secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, reforçando o posicionamento do Paraná.

Beto Preto destacou que a mudança na orientação e a garantia das doses precisam partir do Ministério da Saúde. “Queremos vacinar os professores. Precisamos de vacinas. Vamos enfatizar esta posição do Paraná acerca da cobertura da Educação. Cabe ao Ministério essa revisão”, afirmou.

Governo do Paraná apresentou um pedido de antecipação da vacinação dos profissionais e trabalhadores da Educação ao Ministério da Saúde

A adequação, de acordo com o secretário, é viável, seguindo, inclusive, o novo entendimento da antecipação da vacinação das forças de segurança e salvamento pelo próprio Ministério.

“Precisamos de mais doses para que a gente avance rapidamente nos grupos prioritários. O próprio PNI antecipou essa cobertura para as forças de segurança. Da mesma forma, queremos que o Governo Federal envie doses para que a gente inicie a vacinação dos trabalhadores da educação o mais rápido possível”, frisou Beto Preto.

Em Brasília

A agenda do secretário em Brasília dá sequência a um primeiro contato feito pelo governador Ratinho Júnior com o ministro Marcelo Queiroga, novo titular da pasta. Na ocasião, o pedido englobou revisão dos quantitativos de doses enviadas, que considerou o censo populacional de 2010, a recomposição do número de trabalhadores de saúde e agilidade na distribuição das vacinas.

No ofício desta quarta, a Secretaria de Estado Saúde reforça a defasagem de 78.400 doses que deveriam ser aplicadas nos trabalhadores de saúde.

“A recomposição é necessária, pois tivemos aumento de serviços neste período do enfrentamento da Covid-19. Logo, a situação de trabalhadores atuando também aumentou”, destacou o diretor-geral da Sesa, Nestor Werner Júnior, que também participou da reunião.

Fonte: AEN

Fotos: Rodrigo Rossi

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.