conecte-se conosco

Cidadania

Paranaguá promove mobilização pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes

Evento ocorreu na tarde de terça-feira no auditório da Portos do Paraná

Publicado

em

Na tarde de terça-feira, 28, ocorreu um encontro em Paranaguá visando a mobilização do município para o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Para tanto, a Portos do Paraná, Prefeitura de Paranaguá, Cattalini Terminais Marítimos, entre outras empresas, buscaram a parceria com a Childhood Brasil, organização renomada no trabalho de garantir a defesa dos direitos de crianças e adolescentes, com foco na prevenção e no enfrentamento da violência sexual.

“A Childhood Brasil é uma organização renomada no trabalho de garantir a defesa dos direitos de crianças e adolescentes”, disse a Superintendente de Programas e Relações Empresariais da Childhood Brasil

“Olha, nós estamos aqui hoje representando a Childhood Brasil e trazendo uma iniciativa da Childhood, que é o Programa Na Mão Certa, que é uma iniciativa que mobiliza governos, empresas e sociedade civil pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes. A gente já atua há 17 anos no Brasil e agora a gente vem, especificamente para Paranaguá, a convite da APPA, a convite da Prefeitura e algumas empresas que já estão nesse movimento com a gente para começarmos aqui uma mobilização numa cidade portuária. As cidades portuárias têm uma fragilidade muito grande e a probabilidade de ocorrer situações de exploração sexual é muito grande, por conta do grande tráfego de caminhões e de trânsito de pessoas que não são da cidade, que entram e saem aqui o tempo todo. Então a ideia é a gente implementar um programa que possa apoiar a prefeitura a conseguir lidar melhor com essas situações do ponto de vista do serviço público, com o apoio do Conselho da Criança e Adolescente, mas também mobilizar todas as empresas para que implantem um programa de educação continuada para os caminhoneiros, para que eles se tornem agentes de proteção dessas crianças e não aceitem mais nenhuma proposta de programa”, destacou a Superintendente de Programas e Relações Empresariais da Childhood Brasil, Eva Cristina Dengler.

PORTOS DO PARANÁ

A Childhood Brasil tem como objetivo a proteção à infância e à adolescência. E trabalha por meio de programas e projetos para que a proteção da infância e da adolescência seja pauta de políticas públicas e privadas. Para isso, a Childhood realiza parcerias com empresas, sociedade civil e governos, e oferecem informação, soluções e estratégias para a questão da violência sexual contra crianças e adolescentes.

“O Porto de Paranaguá é um novo porto, ele é um porto que tem o objetivo de cuidar não só do embarque e desembarque de passageiros agora também, mas de mercadorias, como também ter uma relação com a sociedade”, disse o diretor empresarial da Portos do Paraná, André Pioli

A empresa pública Portos do Paraná é uma das apoiadoras desta mobilização na cidade para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes. “Com certeza, cuidar da criança e do adolescente é muito importante para o desenvolvimento da nossa sociedade, para o desenvolvimento da humanidade. E é isso que os Portos do Paraná entendem, por isso a gente está ingressando nesse movimento, trabalhando em conjunto com todas essas pessoas do bem, que buscam o cuidado com as crianças que são muito preciosas para o desenvolvimento da humanidade. Paranaguá é uma terra de fronteiras, o porto faz com que a cidade seja uma terra de fronteiras com o mundo. Então muitos caminhoneiros, muitas pessoas de fora, muitos embarcados transitam pela nossa cidade, embarcados de vários países do mundo. Então a gente precisa ter esse cuidado com a nossa sociedade para poder dar um mínimo de proteção, ou o máximo de proteção, para que as nossas crianças não sejam afetadas por toda essa movimentação que a gente acompanha. O Porto de Paranaguá é um novo porto, ele é um porto que tem o objetivo de cuidar não só do embarque e desembarque de passageiros agora também, mas de mercadorias, como também ter uma relação com a sociedade”, disse o diretor empresarial da Portos do Paraná, André Pioli.

Criada em 1999 pela Rainha Silvia da Suécia, a Childhood Brasil faz parte da World Childhood Foundation (Childhood), instituição que conta ainda com escritórios na Suécia, na Alemanha e nos Estados Unidos. A organização é certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP).

PREFEITURA DE PARANAGUÁ

Um dos projetos da Childhood Brasil é o Programa Na Mão Certa, que está fundamentado no Pacto Empresarial contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras, proposto pela Childhood Brasil em parceria com o Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e apoio da Organização Internacional do Trabalho.

“A cidade já queria fazer esse contato com a Childhood Brasil, organizar essa promoção desse evento, para a gente fazer com que toda rede de proteção se envolva nesse compromisso”, contou a secretária municipal de Assistência Social de Paranaguá, Ana Paula Falanga

A secretária municipal de Assistência Social de Paranaguá, Ana Paula Falanga, contou da importância de se fazer um encontro em Paranaguá para debater sobre o assunto. “Esse é um marco, a cidade já queria fazer esse contato com a Childhood Brasil, organizar essa promoção desse evento, para a gente fazer com que toda rede de proteção se envolva nesse compromisso que é o combate à exploração sexual e o trabalho infantil na cidade de Paranaguá. As empresas têm um papel fundamental, a Cattalini é um grande modelo de compromisso social com a nossa cidade, eles aportam renúncia fiscal para projetos sociais e nós temos uma potência em Paranaguá, que são grandes empresas que podem com a mesma atitude promover o desenvolvimento da nossa cidade, com renúncia fiscal”, explicou. 

CATTALINI TERMINAIS MARÍTIMOS

O Programa Na Mão Certa tem como objetivo promover uma ampla união de esforços para acabar com a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. Sendo a principal estratégia do programa, a sensibilização dos caminhoneiros para atuar como agentes de proteção dos direitos de crianças e adolescentes, com foco no enfrentamento da exploração sexual.

“A Cattalini veio fazer esse trabalho já faz dois anos com a Childhood Brasil”, disse o Controller da Cattalini Terminais Marítimos, Fábio Martins Jorge

O Controller da Cattalini Terminais Marítimos, Fábio Martins Jorge, contou que a empresa já realiza um trabalho de dois anos com a Childhood Brasil. “A Cattalini veio fazer esse trabalho já faz dois anos com a Childhood Brasil. E hoje, a gente conseguiu trazer a Eva junto com a secretária Ana, da Prefeitura de Paranaguá, para a gente fazer esse encontro com os empresários. E conversamos aqui com o Porto de Paranaguá, para eles começarem com a autoridade portuária e a encabeçar essa frente. Porque a gente está falando de vários caminhões. Hoje, se a gente pegar todos esses motoristas que vêm para Paranaguá, e a gente começar a fazer esse trabalho com eles em todas as empresas unidas, via Prefeitura, via APPA, isso vai ajudar muito. Então, a Cattalini não vai estar sozinha, vai estar junto com outras empresas”, disse.

NUCRIA

“É justamente a partir desse debate, a partir dessas conversas como a de hoje, que se traçam planos, justamente para o combate, para a prevenção e para a repressão desse crime”, frisou o delegado do NUCRIA Paranaguá, Emmanuel Brandão

O delegado do NUCRIA Paranaguá, Emmanuel Brandão, reforçou a importância do evento para a cidade. “É um evento muito importante para toda a sociedade de Paranaguá e até para o próprio entorno da cidade, porque em razão de Paranaguá ser uma cidade portuária, o tema da exploração sexual de criança e adolescente deve estar sempre presente, tanto na sociedade civil quanto na sociedade institucional. Porque é justamente a partir desse debate, a partir dessas conversas como a de hoje, que se traçam planos, justamente para o combate, para a prevenção e para a repressão desse crime tão horrendo”, disse.

plugins premium WordPress