conecte-se conosco

Cidadania

Programa Paranaguá Cidade Protegida e Inclusiva realiza encerramento do Ciclo 2023

Evento ocorreu na tarde de quarta-feira, 22, no Hotel Camboa

Publicado

em

Na tarde de quarta-feira, 22, a Prefeitura de Paranaguá, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e de outras pastas municipais envolvidas, realizou o encerramento do Ciclo 2023 do Programa Paranaguá Cidade Protegida e Inclusiva. O evento ocorreu no auditório do Hotel Camboa e contou com a participação de lideranças de vários segmentos da cidade.

“Foi um programa que tinha como meta principal o desenvolvimento do território e traçar estratégias e ações que dessem melhores condições de vida para as pessoas em situação de vulnerabilidade”, destacou a secretária municipal de Assistência Social, Ana Paula Falanga

“O ciclo do programa encerra agora no ano de 2023 e agora vamos trabalhar no planejamento para 2024 para dar continuidade nas ações. Foi muito bom o saldo até aqui, o trabalho intersetorial deu muitos resultados, nós tínhamos ações da Secretaria do Trabalho, crianças que tinham poucas oportunidades de esportes, de deslocamento, de vir até o centro, fizeram as atividades nos seus territórios. Nós tivemos uma mobilização das empresas locais para destinação de renúncia fiscal, para aplicar nos fundos da criança e do adolescente e do idoso na cidade para financiar projetos sociais. Então, hoje nós temos vários projetos sociais ao redor da cidade, em comunidades com vulnerabilidade, financiadas por empresas locais; atividades de outras secretarias que desenvolveram o empreendedorismo, as feiras de cultura e turismo forma importantíssimas para que os nossos projetos sociais desenvolvidos nos CRAS pudessem oferecer uma oportunidade de empregabilidade dessas mulheres em vulnerabilidade. Foi um programa que tinha como meta principal o desenvolvimento do território e traçar estratégias e ações que dessem melhores condições de vida e que essas pessoas pudessem sair desse ciclo de vulnerabilidade que hoje ainda estão aqui na cidade”, destacou a secretária municipal de Assistência Social, Ana Paula Falanga.

Em Paranaguá, de acordo com o Cadastro Único, há atualmente mais de 3.600 famílias em extrema pobreza. Os moradores de Paranaguá que se encontram em vulnerabilidade social ganharam neste ano o Programa Cidade Protegida e Inclusiva, que buscou intensificar ações integradas das políticas públicas promovidas pela Prefeitura por meio de diferentes secretarias. Foi desenvolvido um trabalho em conjunto, onde os jovens, as mulheres e idosos pudessem exercer o protagonismo, assegurando direitos.

O programa está subdividido em dois eixos principais: Cidade Protegida e Cidade Inclusiva. Enquanto o primeiro eixo visa o mapeamento das principais vulnerabilidades sociais no município e de potencialidades de atendimento setorial; o segundo eixo tem foco na inclusão produtiva com a geração solidária de renda e o estímulo a uma cultura de empreendedorismo e autogestão.

“A Guarda Civil Municipal colabora junto com a Secretaria Municipal de Assistência Social nas abordagens aos moradores em situação de rua, vendo qual é a situação, onde mora, qual o motivo que ele está ali. É um trabalho bem humanizado com a secretaria de Assistência Social e que já tivemos pontos positivos, em alguns moradores em situação de rua realmente querer voltar para as suas famílias”, disse o secretário municipal de Segurança, João Carlos.

O programa é composto de diversas ações articuladas entre as secretarias e com apoio de empresas com responsabilidade social. As ações desenvolvidas estão embasadas nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), em especial os objetivos: Saúde e bem-estar, Trabalho Decente e Crescimento Econômico, Indústria, Inovação e Infraestrutura, Redução das Desigualdades, Cidades e comunidades sustentáveis, Consumo e produção responsáveis, Parcerias e Meios de Implementação.

“É um prazer muito grande a secretaria municipal de Inclusão estar participando desse programa junto com a Assistência Social e com as demais secretarias”, disse a secretária municipal de Inclusão, Camila Leite

“É um prazer muito grande a Secretaria Municipal de Inclusão estar participando desse programa junto com a Assistência Social e com as demais secretarias. A Secretaria de Inclusão fez uma participação bem grande nesse programa, a gente tem várias ações, inclusive apresentamos aqui que fomenta o comércio, que fomenta a renda familiar e ajuda as pessoas a se inserirem no mercado de trabalho e na sociedade em geral”, contou a secretária municipal de Inclusão, Camila Leite.

PALESTRA

O psicólogo Paulo Vieira realizou a palestra “Liderar o outro requer liderar a si próprio” no evento

O psicólogo Paulo Vieira realizou a palestra “Liderar o outro requer liderar a si próprio”. Ele é psicólogo de formação e pós-graduado e mestrado em Psicologia Social. “A intenção é estimular os líderes que estiveram presentes e outros que possam ser estimulados a se comprometerem com o desenvolvimento sustentável dessa comunidade de Paranaguá, através do trabalho que fazem, seja na prefeitura, seja nos conselhos estaduais, municipais ou nos atores que não fazem parte da administração pública. A outra coisa é chamar a atenção para a enorme responsabilidade pela melhoria da vida, que esses líderes têm. Isso se torna cada vez mais importante que a gente pense em cada uma localmente, dos municípios, estados e países porque o planeta está realmente em um momento muito difícil”, relatou o palestrante.

plugins premium WordPress