Connect with us

Cidadania

Idosa residente no Asilo São Vicente de Paulo comemora 100 anos

Dona Maria Fernandes ganhou um book fotográfico

Publicado

em

Apesar da pandemia do novo Coronavírus no mundo, os últimos dias têm sido festivos no Asilo São Vicente de Paulo. A moradora mais antiga, dona Maria Fernandes, está completando mais um ano de vida.

Não é um aniversário qualquer, trata-se de 100 anos. Os preparativos iniciaram na semana passada, quando ela ganhou um book do fotógrafo Moises Zanardo. Além disso, ganhou também presentes do grupo Amigos do Atlanta e do Grupo Escoteiro Comandante Santa Rita.

A presidente do Grupo de Escoteiro, Denise Alves de Oliveira Folha, ressaltou a importância em valorizar os idosos. “Nós temos que valorizar os idosos, eles são muito importantes, pois já viveram muitas experiências. Hoje necessitam de cuidados especiais e, principalmente, os que moram no asilo, porque a maioria não tem família, então devemos fazer essa parte do afeto e do amor”, ressalta.

De acordo com o voluntário Luiz Gustavo Afonso, Maria Fernandes é muito participativa. “Ela está presente em todas as comemorações e eventos que são realizados no Asilo. Ela se alimenta bem, gosta de passear e tomar sol. É lúcida e o principal: está sempre sorridente. Estamos muito felizes em celebrar esse marco na história do asilo, ter uma moradora com 100 anos nos alegra muito”, conta o voluntário.

História de vida

Maria Fernandes nasceu em Paranaguá no dia 18 de maio de 1920, e até 1983 tinha uma vida normal: trabalhava fora e morava sozinha. Até que no dia 27 de outubro daquele mesmo ano deu entrada no asilo, ou seja, ela mora no local há 37 anos. Dona Maria não casou e não teve filhos.

O passado é uma página que ela não faz questão de recordar, principalmente o que ocorreu antes de 1983. Para ela, o marco inicial de sua vida ocorreu quando foi morar no asilo. Ela conta que ali dentro recebe o amor e as visitas dos filhos que não teve. Quando as portas do asilo se abriram ela pôde realmente viver em paz, com todo respeito que qualquer cidadão merece. 

Aniversariante ladeada pelos voluntários.