conecte-se conosco

Agronegócio

Estado participa do Show Rural 2023 com tecnologia, inovações e apoio ao agronegócio

Evento acontece entre os dias 6 e 10 de fevereiro em Cascavel

Publicado

em

Foto: Arquivo AEN

O Governo do Estado marca presença em mais uma edição do Show Rural Coopavel, que acontece entre os dias 6 e 10 de fevereiro em Cascavel, na região Oeste. Além de contar com uma equipe de cerca 100 pessoas do Sistema Estadual de Agricultura, a participação do governo no evento também prevê a liberação de R$ 240 milhões do Banco Regional do Extremo Sul (BRDE) em financiamentos para o agronegócio e municípios do Oeste, além da exposição de soluções e tecnologias para o campo em áreas como energia renovável, agroecologia, agricultura e pecuária.

O evento contará com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Junior, do vice-governador Darci Piana, do secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, além de outras autoridades estaduais. Entre os órgão presentes estão Copel, Sanepar, IDR-Paraná, Celepar, Detran, Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, entre outros.

Promovido pela Coopavel desde 1989, o evento que abre o calendário das feiras agropecuárias brasileiras chega à sua 35ª edição como um dos mais importantes do setor no País, com uma agenda voltada para a transferência de tecnologias e inovações para o campo. Em um espaço de 720 mil metros quadrados, o Show Rural apresenta o que há de mais moderno em tecnologias de cultivares, técnicas de cultivo, defensivos, máquinas, implementos e softwares para a solução de desafios comuns ao campo.

A organização prevê que 300 mil pessoas passem pelo espaço nos cinco dias de evento, superando o público de 285 mil visitantes que estiveram no Show Rural no ano passado. A expectativa é movimentar R$ 3,5 bilhões em vendas. Em 2022, o evento reuniu 585 expositores e formalizou R$ 3,2 bilhões em volume de negócios.

AGRICULTURA

Presente no Show Rural desde o seu lançamento, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) mantém uma área de 2,5 hectares no Parque Tecnológico da Coopavel e preparou mais de dez unidades demonstrativas para divulgar diversas tecnologias que podem ser aplicadas nas propriedades rurais.

No espaço, o IDR-Paraná apresenta a Vitrine Tecnológica de Agroecologia, que mostra diversos sistemas de produção de alimentos orgânicos. Também serão apresentadas, neste ano, novas cultivares de soja, milho, mandioca, feijão e plantas de cobertura que foram desenvolvidos e lançados pelo instituto, além de duas variedades de feijão e uma de milho.

Outro espaço do IDR-Paraná no Show Rural é a Feira da Agroindústria Familiar Rural, voltado para a divulgação e comercialização de produtos regularizados de produtores assistidos pelo instituto. Trinta empreendedores, entre cooperativas e associações, vão participar dos cinco dias do evento. Roteiros de turismo rural e artesanatos produzidos mulheres agricultoras, clubes de mães e associações de artesãos da região Oeste também serão apresentados e comercializadas no local.

Os técnicos do IDR-Paraná levarão orientações sobre o Programa Paraná Energia Rural Renovável (RenovaPR), para esclarecer dúvidas sobre financiamentos e subvenção de juros por meio do Banco do Agricultor Paranaense para a produção de energia sustentável como os sistemas fotovoltaicos e a produção de biogás, a partir de biomassa.

A área também terá destaque no estande da Copel no Show Rural. As equipes da companhia vão orientar os produtores rurais sobre a geração distribuída, além do uso seguro e eficiente de energia elétrica.

Também são destaques o enfezamento do milho, doença que vem preocupando produtores e técnicos em todo o Brasil, o manejo de água no solo e a raça Purunã, desenvolvida por técnicos do IDR.

CAMINHO DAS ÁGUAS

No Caminho das Águas, uma grande maquete, de aproximadamente 20 metros x 20 metros, os visitantes poderão caminhar e conhecer o percurso do rio, desde a sua nascente, passando pelos diversos usos até a disposição final, para mostrar a importância da preservação das nascentes e matas ciliares nas áreas dos cursos de água.

Fruto de uma parceria do IDR-Paraná com a Sanepar, no local também será possível conferir práticas de proteção de fontes com a técnica de solo cimento, modelos de sistemas de destino de dejetos humanos e de águas usadas, proteção de fontes naturais, captação e armazenamento de água da chuva.

O estande da Sanepar também vai demonstrar o programa de reúso do efluente tratado do esgoto. O piloto dessa prática está sendo implantado na Estação de Tratamento de Esgoto de Matelândia, a ETE Ocoizinho. Essa unidade possui eficiência de 99% no tratamento, por meio de sistema modular de lodos ativados.

Por ser rico em fósforo e nitrogênio, o efluente tratado pode ser usado em irrigação e fertilização de culturas agrícolas, na limpeza de calçadas e vias públicas, na rega de jardins e praças e na lavagem de veículos, além de uso industrial para resfriamento de equipamentos (caldeiras) e em instalações sanitárias.

INOVAÇÃO

Alternativas tecnológicas agricultura e da pecuária, imersão em metodologias de negociação e uma maratona para buscar sistemas e ideias inovadoras para o setor estão entre as novidades que serão levadas pela Celepar ao Show Rural.

Na quarta-feira (8), das 14h às 17h, acontece o Like a Farmer, uma competição de startups, com batalhas de pitches (apresentações rápidas de uma proposta) e, ao final, a premiação das três melhores colocadas.

Na quinta-feira (9), das 15h30 às 20h, será a vez do Bootcamp, um treinamento imersivo com metodologia exclusiva que apresenta técnicas de oratória, negociação com investidores e pitch deck. Os participantes serão orientados a vender a ideia de negócio para potenciais investidores, criando um cenário favorável à interação e capitalização no modelo de negócios de startups.

Por fim, o Hackathon Show Rural Coopavel, uma maratona de desenvolvimento de soluções para problemas da agroindústria, será realizado na quinta e na sexta-feira (10). A competição é patrocinada pela Coopavel e organizada em conjunto com o ecosistema local de inovação.

O evento tem por objetivo incentivar os novos talentos criativos e empreendedores da cultura digital, estimulando o desenvolvimento de soluções para problemas e desafios que permitem a colaboração para a captação de ideias que possam se transformar em novos negócios para integrar o sistema agroindustrial da região oeste do Paraná.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Com o objetivo de contribuir para o aumento da produtividade de pequenas, médias e grandes propriedades agropecuárias, a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em parceria com a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), apresenta soluções tecnológicas para o agronegócio durante o evento.

A pasta selecionou programas estratégicos e startups que integram o Vale do Genoma e outros ecossistemas de inovação para apresentar serviços específicos para o público da feira. Localizado em Guarapuava, na região Centro-Sul do estado, o Vale do Genoma consiste em um ecossistema de inovação com ampla expertise em agropecuária, meio ambiente e saúde.

BRDE

Ainda na área de inovação, na quinta-feira às 10h será lançada a quarta edição do BRDE Labs, que terá como tema “Inovação verde e de equidade”, com desafios voltados para a área. As inscrições para as grandes empresas, que procuram ser âncoras no programa, serão abertas após a divulgação.

A agenda do banco envolve ainda a assinatura de cerca de R$ 240 milhões em contratos de financiamento com cooperativas, produtores rurais e empresas, além da Prefeitura de Cascavel, que firmou um novo convênio com o BRDE no valor de R$ 30 milhões, adicionados ao valor já liberado de R$ 66 milhões, para aquisição de 15 ônibus elétricos, 13 do modelo convencional e dois articulados.

Fonte: AEN

plugins premium WordPress