Connect with us

Economia

‘Black Friday’ impulsiona vendas e comércio tem 2.ª maior alta desde 2000

O comércio acumulou alta de 2,5% em 2018 e de 2,6% nos últimos 12 meses

Publicado

em

Puxadas pelas promoções da “Black Friday”, as vendas no varejo de novembro aumentaram 2,9% na comparação com outubro, a segunda maior alta na série histórica da Pesquisa Mensal de Comércio, iniciada em 2000. Com isso, o comércio acumulou alta de 2,5% em 2018 e de 2,6% nos últimos 12 meses. As informações foram divulgadas na manhã de ontem pelo IBGE.

Essa alta de 2,9% interrompe duas taxas negativas consecutivas, período em que o varejo acumulou perda de 1,8%. “O resultado de novembro compensou essa queda. A recuperação fica evidente não só pela taxa expressiva, mas pelo perfil predominantemente positivo entre as atividades”, explicou a gerente da pesquisa, Isabella Nunes.

A alta frente a outubro só não superou a de janeiro de 2017, quando as vendas cresceram 4% na comparação com dezembro de 2016. O resultado de novembro foi o melhor para o mês na série histórica. Já em relação ao mesmo mês do ano anterior, o crescimento foi de 4,4%, mantendo a tendência de 2017, quando houve alta de 6%.  

Um indicador da importância das promoções no resultado positivo de novembro foi a forte alta do grupo Outros Artigos de Uso Pessoal e Doméstico, que cresceu 6,9% frente a outubro e 16,9% em relação a novembro de 2017. O grupamento engloba lojas de departamentos, óticas, joalherias, artigos esportivos, brinquedos, etc. e teve seu desempenho impulsionado pelas vendas on-line. Com isso, o setor acumulou alta de 7,3% nos últimos 12 meses.

“Quem mais influenciou o resultado positivo foram justamente as atividades mais sensíveis às promoções da Black Friday. São atividades que têm uma concentração de empresas que se beneficiam mais das vendas on-line, que é o foco das promoções de novembro. Observamos isso em relação a outubro, mas também com relação a novembro do ano passado”, analisa Isabella.

Apenas duas atividades em queda na comparação com outubro

Móveis e eletrodomésticos (5,0%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos (2,8%) também foram impulsionados pelas promoções. Já hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,7%), tecidos, vestuário e calçados (1,7%), combustíveis e lubrificantes (0,1%) também tiveram resultados positivos. Apenas duas atividades tiveram queda em relação a outubro: Livros, jornais, revistas e papelaria (-1,9%) e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-0,2%).

“O patamar atual de vendas está próximo de junho de 2015. Ele coloca o comércio na menor distância do pico da série histórica desde então. Porém, mesmo com esse avanço importante, ainda está 5,1% abaixo do recorde, que foi em outubro de 2014. Por outro lado, já se distanciou do ponto mais baixo, que ocorreu em dezembro de 2016, quando estávamos -13,5% abaixo do pico”, completa Isabella.

O Varejo Ampliado, que inclui material de construção e veículos, motos, partes e peças, teve alta de 1,5% em novembro em relação a outubro e 5,8% na comparação com novembro de 2017. O resultado contou com contribuição importante de veículos, motos, partes e peças, que cresceu 12,8% diante do mesmo mês do ano anterior, embora tenha caído 2,2% frente a outubro.

Já regionalmente, o crescimento do varejo foi bem disseminado. Das 27 unidades da federação, 25 tiveram alta na comparação com outubro, com destaque para Bahia (8,7%), Rondônia (8,2%), Maranhão (7,7%) e Acre (7,6% e baixas apenas de Roraima (-0,1%) e Tocantins (-0,5). No varejo ampliado, somente Roraima (-1,5%) encerrou novembro com volume de vendas abaixo do mês anterior, com Rondônia puxando a lista de altas (7,4%).

Fonte: Agência IBGE

 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.