conecte-se conosco

Semeando Esperança

Devoção e Pandemia

Os esforços para combater tal Coronavírus podem ser empreendidos sob o olhar e os cuidados maternos da Mãe de Deus, a Senhora do Rosário

Publicado

em

devoção

A história de Paranaguá, Cidade “Mãe do Paraná”, registra a presença dos europeus e de sua devoção, nessas terras habitadas pelos indígenas da nação Carijó, antes de 1549, conforme relato de Hans Staden. Esses europeus inauguraram, em 1578, uma pequena igreja dedicada à Mãe de Deus, sob o título de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, no mesmo local onde hoje se ergue a Catedral. Para assistência espiritual católica, o Bispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Antônio de Mariz Loureiro, no dia 5 de abril de 1655, criou a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá, nomeando o Padre Dionísio de Melo Cabral seu primeiro pároco.

Enquanto lugar de fé e confiança, a essa igreja recorreram os fiéis em tempos de grandes dificuldades: em 1686, durante grave epidemia – talvez a da “cólera morbus” –, e em 1788, por ocasião da “peste de disenterias de sangue”, que nos primeiros dias matou cerca de 300 pessoas. Diante da imagem de Nossa Senhora imploravam o auxílio materno que os libertasse do mal. A respeito da epidemia de 1788, escreveu o historiador Antônio Vieira dos Santos: “o furor se aplacou depois que a devoção e piedade dos habitantes se viram frequentadas no terço do Santíssimo Rosário da Mãe de Deus”.

Tal confiança em Maria se manifestou igualmente em 1718, quando um navio corsário francês adentrou a baía de Paranaguá, ameaçando saquear a Vila e levar à morte muitos de seus moradores. Os habitantes acorreram, pois, à Matriz do Rosário, suplicando a proteção da Padroeira, e, tomando sua imagem, carregaram-na em procissão pelas ruas. Nesse momento, apesar do bom tempo, desabou violenta tempestade que fez naufragar o ameaçador inimigo nos agudos rochedos da ilha da Cotinga. Tal libertação foi considerada por Vieira dos Santos “um milagre de Nossa Senhora do Rosário” e está representada no singelo vitral do arco interno da porta principal da Catedral.

Esses fatos sustentam hoje a devoção e a confiança dos parnanguaras, marcados pela experiência dolorosa da pandemia da Covid-19. Os esforços para combater tal Coronavírus podem ser empreendidos sob o olhar e os cuidados maternos da Mãe de Deus, a Senhora do Rosário. Nela, o fiel encontra força, inclusive no momento angustiante da morte das pessoas mais queridas.

A festa de Nossa Senhora do Rosário, padroeira da Cidade de Paranaguá, da Paróquia da Catedral e da Diocese de Paranaguá, celebrada no dia 8 de outubro, é, portanto, uma boa ocasião para retomar a história e perceber que a fé e a devoção não estão separadas das lutas contra a pandemia (nem da realização das eleições municipais, tema que abordaremos no próximo domingo).

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.