Connect with us

Paraná Produtivo

Volvo em destaque

A Volvo é destaque no ranking Melhores Empresas para Trabalhar GPTW , uma nova iniciativa da consultoria global Great Place to Work, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria – CNI.

Publicado

em

Líder no Brasil

A Volvo é destaque no ranking Melhores Empresas para Trabalhar GPTW , uma nova iniciativa da consultoria global Great Place to Work, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria – CNI. Nesse seleto grupo, a marca Volvo recebeu destaque também no concorrido setor automotivo. É mais uma importante chancela como uma das melhores empresas para trabalhar no País. Ao todo, foram avaliadas 244 empresas de todo o país e premiadas 40 de grande porte e 40 de médio porte. Os resultados compilados pelo GPTW são os de pesquisas realizadas entre julho de 2019 e agosto de 2020. “É uma honra e um orgulho receber novamente esse reconhecimento nacional, que é fruto do conceito que os próprios funcionários têm do local onde trabalham e das práticas de gestão de pessoas”, afirma o vice-presidente de Recursos Humanos e Assuntos Corporativos da Volvo na América Latina, Carlos Ogliari.

Webinar
A Apex Brasil, o Ministério das Relações Exteriores e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC) promoverão um webinar no próximo dia 4 de março para discutir as oportunidades e os desafios para o exportador brasileiro no mercado russo de carnes. O evento contará com a participação do consultor comercial na Eurásia João Santos Lima, Rafael Requião, adido agrícola do MAPA junto à Embaixada do Brasil em Moscou, e Albert Davleyev, presidente da Consultoria Agrifood Strategies. Ao longo de mais de uma década, a Rússia foi o principal destino internacional das exportações brasileiras de carnes. Nos últimos anos, o mercado russo se transformou muito devido a vários fatores, sobretudo o aumento da produção doméstica. As inscrições gratuitas podem ser feitas no site da Apex Brasil.

Faturamento da Capal
A cooperativa paranaense Capal, com sede em Arapoti, encerrou 2020 com faturamento bruto de R$ 2,056 bilhões, valor 39,48% acima do ano anterior e o maior em 60 anos de existência, informou, em nota. A cooperativa, com atuação em 85 municípios do Paraná e de São Paulo, destacou ainda que o resultado líquido mais do que dobrou: de R$ 55,47 milhões em 2019 para R$ 113,91 milhões em 2020, avanço de 105,35%. Houve crescimento também no quadro de cooperados, na base de 4,18%, para 3.261 produtores rurais. Outro grande salto ocorreu no volume de sementes comercializadas no ano passado, que alcançou 136 mil toneladas, ou 65% mais, incremento atribuído ao recente investimento na aquisição de uma unidade de beneficiamento de sementes em Wenceslau Braz

Apetite chinês
Por conta da pandemia do covid-19, a participação da China nas exportações do Brasil em 2020 cresceu 4 pontos percentuais em relação ao ano anterior e chegou ao recorde de 32,3%. Até então, o país asiático vinha avançando, mas com aumentos mais modestos. De 2018 para 2019, por exemplo, essa fatia das vendas brasileiras ao exterior avançou pouco mais de 1 ponto percentual. Em um ano, as vendas aos chineses subiram de US$ 63,4 bilhões para US$ 67,8 bilhões (alta de 7%, em termos nominais), segundo dados do antigo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), hoje ligado ao Ministério da Economia. E isso se deu enquanto o total das exportações brasileiras caiu de US$ 225,4 bilhões, em 2019, para US$ 209,9 bilhões em 2020, por conta da crise internacional.

Poucos negócios
O mercado brasileiro de trigo mantém a baixa liquidez interna, com pouca volatilidade das cotações de referência do mercado. Os agentes esperam pelo fim das colheitas das culturas de verão para voltar a ver maior aquecimento. Segundo o analista de Safras & Mercado, Jonathan Pinheiro, além disso, a elevação dos fretes neste momento da temporada colabora para a maior dificuldade na realização dos negócios. A produção brasileira de trigo em 2021 deverá ficar em 6,437 milhões de toneladas, segundo o quinto levantamento para a safra brasileira de grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O número é 3,3% superior ao produzido em 2020. Em janeiro, a Conab indicava uma produção de 6,234 milhões de toneladas.

Feijão oscilando
Em um ano turbulento como 2020, com clima adverso e a pandemia, o feijão experimentou alegrias no mercado e tristezas no campo. Puxado pelo aquecimento no consumo doméstico, o preço da leguminosa atingiu patamares expressivos, que teriam capitalizado os produtores se a estiagem não tivesse jogado para baixo a produtividade das lavouras. No Paraná, maior produtor de feijão preto do Brasil, o movimento dos preços e as mudanças climáticas são acompanhados com expectativa por produtores. Ao longo das três safras 2019/20, o Estado produziu 587,1 mil toneladas do grão, em uma área de 379,3 mil hectares, resultando numa média de 25 sacas (de 60 quilos) por hectare, incluindo o preto e o carioca.

Ponte de Guaratuba
A sessão de abertura das propostas dos consórcios interessados em realizar estudos ambientais para a construção da Ponte de Guaratuba, no Litoral, aconteceu na última sexta-feira, 12, na sede do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), em Curitiba. No total, oito consórcios foram selecionados para participar da licitação. O objetivo é a elaboração de Estudos de Impacto Ambiental (EIA), Relatório de Impacto Ambiental e estudos preliminares de engenharia para implantação da Ponte e seus acessos. O investimento estimado é de cerca de R$ 4,8 milhões e será realizado em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, dentro do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná. 

Carros elétricos
A fabricante britânica de carros de luxo Jaguar Land Rover anunciou na última segunda-feira, 15, que seus carros da marca Jaguar serão apenas elétricos a partir de 2025, como parte de uma nova estratégia para alcançar a neutralidade de carbono até 2039. O grupo, que pertence à empresa indiana Tata Motors, disse em um comunicado que quer tomar um novo rumo sob a liderança de seu novo CEO, Thierry Bolloré. A Jaguar Land Rover promete investir 2,5 bilhões de libras por ano (3,4 bilhões de dólares), principalmente no desenvolvimento de carros elétricos, mas alerta que sua transformação significará uma redução significativa das atividades improdutivas no Reino Unido.

União Europeia e Mercosul
Uma pesquisa realizada em 12 países europeus mostra que a opinião pública local é contrária a um acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, a menos que seja contido o desmatamento na Amazônia. A sondagem realizada pelo YouGov mostra que, na média, 75% dos consultados em 12 países europeus concordam que a ratificação do acordo deve ser paralisada, até que o desmatamento seja interrompido. Apenas 12% apoiam a ratificação do tratado apesar do problema ambiental. A pesquisa mostra que a posição majoritária é encontrada em todos os países analisados e dentro de todos os grupos políticos. Eleitores conservadores, porém, tendem a apoiar mais a ratificação imediata em comparação aos demais. A pesquisa foi conduzida em Alemanha, França, Espanha, Portugal, Bélgica, Áustria, Holanda, Noruega, Suécia, Dinamarca, Finlândia e no Reino Unido.

Gado da Austrália
As projeções da Meat & Livestock Australia sobre a evolução do censo bovino na Austrália mostram que ele está crescendo após dois anos nos níveis mais baixos dos últimos 25 anos. Em 2021, espera-se que cresça para 25,2 milhões de cabeças de gado após atingir 24,6 milhões de cabeças em 2020, o nível mais baixo desde 1990 devido à forte seca que o país experimentou. A melhoria das condições sazonais no sul da Austrália ao longo de 2020 e as chuvas de verão acima da média no norte da Austrália durante a estação chuvosa de 2020-2021 até agora devem produzir uma abundância de gramíneas em todas as principais regiões produtoras de gado da Austrália, exceto partes da Austrália Ocidental. A produção doméstica de carne bovina deve permanecer inalterada em 2,1 milhões de toneladas, semelhante a 2020 e aos níveis registrados em 2017, que também foi uma recuperação do censo anual.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Leia também: Volvo contratando

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.