Connect with us

Paraná Empreendedor

Sociedade garantidora de crédito – Ferramenta para o empresário

O Paraná é um grande produtor de alimentos e seu povo tem como característica o empreendedorismo e a criatividade

Publicado

em

Imposto municipal

O Paraná é um grande produtor de alimentos e seu povo tem como característica o empreendedorismo e a criatividade.

Uma excelente ferramenta para o empreendedor encontrou em nosso estado um terreno fértil para crescer. As Sociedades Garantidoras de Crédito — SGC. A primeira no Brasil foi criada na Serra Gaúcha. Ideia trazida aos empreendedores de Toledo, no oeste. Seu maior defensor, difusor da ideia e motivador, o empresário Augusto Sperotto (cito para fazer a devida homenagem), com apoio do Sebrae entre outras entidades. Hoje são seis no estado. 

O que é e qual a utilidade para o empreendedor? As SGC atuam como associação entre empresários e entidades privadas e públicas. O objetivo é facilitar o acesso ao crédito, por meio de cartas de garantia para empreendedores que buscam financiamento nas instituições financeiras.

Em minha passagem por órgãos de desenvolvimento econômico, instituição financeira e pelo Conselho do Sebrae, ficou claro que a garantia é a principal dificuldade do micro e do pequeno empreendedor para obter crédito.

De modo geral, o empreendedor informal, o MEI e mesmo a microempresa, não tem acesso ao crédito para começar novos negócios, ou expandir um empreendimento, por não possuir bens para dar em garantia. E como é difícil um avalista.

Então, como adquirir equipamentos, reformar ou ampliar um ambiente de trabalho? Como enfrentar a competição no mercado, sem ter como investir? Aqui entram as SGC, que oferecem a solução pela disseminação da cultura do associativismo e do cooperativismo. Com criatividade e participação de toda sociedade, essa importante ferramenta vem se fortalecendo e contribui cada vez mais para o aquecimento da economia local e regional.

As SGC podem ajudar a suportar a economia e muitos empregos nos municípios, onde mais de 98% das empresas são de micro ou pequeno porte. 

O Paraná, ao estimular esse instrumento, dá exemplo ao país. As seis SGC, ultrapassaram 500 milhões de reais em garantias.

Alerto aos que disputarão as próximas eleições, que coloquem em seus projetos, a participação de recursos nos orçamentos dos municípios, como cotistas nas SGC. 

Transformem o discurso em prática, para o desenvolvimento econômico dos municípios. É garantia de mais emprego e renda!

Juraci Barbosa Sobrinho é Advogado e Consultor Empresarial