Connect with us

Painel do Turismo

Gestão em Turismo

A importância dos municípios em ter um plano setorial para o turismo

Publicado

em

Turismo e Planejamento

O plano de desenvolvimento turístico é um documento que reúne o estudo do cenário atual da atividade turística contendo os dados da oferta e da demanda, e a relação de objetivos, metas, propostas e ações necessárias para haver um planejamento turístico de forma ordenada. Qualquer plano setorial deve ser elaborado com a participação de uma equipe multidisciplinar e com a colaboração de todos os envolvidos: poder público, iniciativa privada, entidades do terceiro setor e comunidade.

Cada região tem sua vocação turística e necessidades diferentes umas das outras. Um município pode precisar prioritariamente de melhoria na divulgação, ou de investimento em infraestrutura, ou de qualificação profissional, a função do plano é identificar essa realidade e propor as ações que atuem no que está carente.

Os planos podem ter nomes variados, plano de turismo, plano de desenvolvimento turístico, plano máster de turismo, plano diretor de turismo, e geralmente têm um período de vigência de aproximadamente cinco anos. O Plano Nacional de Turismo do Ministério do Turismo abrange linhas de atuação de gestão, monitoramento, estruturação, qualificação, incentivo e marketing para a atividade turística, e em eixos semelhantes está traçado o Master Plan Paraná Turístico, plano do estado. É ideal que a elaboração de um plano de turismo municipal seja baseada nos planos turísticos estadual e federal, para que esse plano tenha concordância e sinergia com essas políticas públicas, facilitando assim a execução das ações na esfera local.

É muito importante que os agentes turísticos privados que estão direta e indiretamente envolvidos, além de contribuir na fase de elaboração desses planos, monitorem e avaliem o andamento para garantir a execução das ações, que favorecerá o desenvolvimento econômico e social, proporcionará atividades e atrativos aos turistas, e promoverá o município como destino turístico.

Por Aline Pschera

Leia também: Turismo e Planejamento

Leia também: Informações Turísticas