conecte-se conosco

Fabiano Montez

Como vai você?

Publicado

em

Quem já me assistiu nos palcos ou online sabe que amo pedir para meu público ficar em duplas e interagir com essa pergunta: “COMO VAI VOCÊ?” Eu peço pro pessoal trocar uma ideia de um minuto e nesse único minuto falar algo que não está bacana em suas vidas, que precisa ser melhorado, que precisa de um olhar generoso de alguém, falando a verdade…

Eu peço isso por que não somos verdadeiros…não deixamos claro que não estamos bem. Muito pelo contrário, alguém cedo no zap, hoje, já nos deu um bom dia e já nos perguntou: “TUDO BEM?” A maioria de nós responde automaticamente: “TUDO BEM E VOCÊ?” Talvez mantendo uma grande farsa, por que muitas vezes, NÃO ESTAMOS BEM!!!!  

Tem dias que queremos simplesmente SUMIR. Parece que não vamos suportar. O pique de estresse está nas alturas e é hoje que vamos surtar!

Por isso, é necessário ter essa clareza, só assim vamos nos entender, nos relacionar melhor com esse estresse e afastar a possibilidade da depressão e da ansiedade.

Calma! Suportar a pressão do dia a dia e manter uma vida equilibrada pode não ser uma tarefa tão difícil assim. Por esse motivo, presenteio você com cinco verdades que lhe ajudarão a entender que há situações que são imutáveis, vamos lá:

1. Vitimismo é coisa de coadjuvante, protagonistas assumem a responsabilidade.

2. Focar naquilo que você não tem controle só te faz perder tempo e paz.

3. O risco é parte do processo de crescimento, estabilidade não existe.

4. Resultados imediatos simplesmente não existem. 

5. Falhar faz parte, então esqueça o mi mi mi e vá aprender.

O dia mais importante das nossas vidas é o dia de hoje. O passado serve para consultar e o futuro como um guia, foque no momento presente. 

Viver um dia de cada vez faz com que você organize sua mente, não permitindo que os medos do amanhã te impeçam de usufruir dos ensinamentos e alegrias oferecidos no dia de hoje.

De fato, podemos nos doar em empatia e minimizar o foco das nossas dificuldades, ajudando e servindo mais ao próximo, aos “problemas” do próximo. Por isso, além de ter a clareza da sua situação hoje, se doe, perguntando a alguém: “COMO VAI VOCÊ?”

Foi como ouvi outro dia: “EU ESTAVA TÃO FOCADO NO MEU DESESPERO QUE ESQUECI DE TE AJUDAR NO SEU”.

Desejo dias abençoados, e vamos juntos!

Continuar lendo
Publicidade